Corpo e Mente
Os Caminhos da Nossa Vida

Os Caminhos da Nossa Vida

Todos nós, quando nascemos, somos únicos, sem igual e todos temos um caminho a trilhar que é somente nosso e de mais ninguém. Temos, é claro, livre arbítrio de como percorreremos este caminho, se seremos capazes de enfrentar com coragem também os revezes que esta vida nos reserva, ou se sucumbiremos à eles. A vida é uma escola, um aprendizado diário, onde teremos provas a realizar e, se não aprendemos a lição dos nossos erros do passado, recaindo sempre nos mesmos erros no presente, o nosso futuro será sempre uma repetição dos mesmos problemas sob outras formas muitas vezes.

Todos sabemos que a vida jamais é só alegria, bem estar e felicidade. Temos de ter consciência de que sempre existem também infortúnios, tristezas e fatalidades. Depende unicamente de nós de como enfrentaremos os lados escuros da nossa vida. Podemos nós lamentar do destino, entrar em depressão, ficar doentes, culpar fatores externos, etc., ou podemos nos esforçar e tentar superar com otimismo e coragem os revezes da vida.

Desta maneira a vida pode ser definida como um impulso em movimento, impulso este que avisa ao homem: "Analise-se e analise o que te cerca. Tente descobrir e eliminar as causas dos seus problemas e fracassos. Faça uma retrospectiva do passado para poder entender e resolver o agora e o futuro". Aqui aparece muitas vezes a maior auto-enganação quando alguém diz "Eu não posso". Porém, tudo que não podemos e não sabemos pode ser aprendido, caso realmente queiramos. O conformismo muitas vezes dificulta este passo para frente. São necessárias muita força e firmeza para mudar de rumo ou de enfoque. É necessário aprender muito sobre as leis da vida e a sua relação corpo-mente-espírito. Muitas vezes o aconselhamento de um bom amigo ou de um profissional pode ajudar, mas a decisão de como trilhar o nosso caminho é só nossa.

Jamais no percorrer do desenvolvimento humano existiram tantas oportunidades e aconselhamentos como hoje em dia. Mas é preciso ter cuidado e analisar muito bem antes de procurar ajuda numa corrente terapêutica, filosófica, religiosa ou espiritual.#P#

Atualmente existe literatura em abundância com inúmeros conselhos e dicas de como deveríamos agir para atingir metas idealizadas. Entretanto, tudo isto muitas vezes aumenta a nossa confusão, devido ao fato de que os diversos autores apresentam muitas vezes soluções diferentes para um único tema ou problema. São dogmáticos e proclamam a sua filosofia como a única verdadeira e válida, provocando dependência de seus seguidores, o que impede que o homem faça o seu caminho pela sua própria escolha. A real ajuda é aquela que dá ao homem a possibilidade de um acompanhamento temporário, ajudando-o a soltar seus bloqueios e sugerindo caminhos alternativos quando ele está frustrado e se sentindo miserável. Mas a decisão sobre qual caminho tomar deve partir sempre exclusivamente do próprio indivíduo. Todos os ensinamentos dogmáticos e absolutos que se nos oferecem são errados e perigosos. mesmo que contenham algo de verdadeiro. A verdade absoluta só Deus a contem. O que "eu" proclamo como verdade pode ser mentira para o "outro" e a verdade que o outro defende, como eu a minha, pode ser errada para mim. "Eu" e "ele" não estamos em ressonância um com o outro. Mesmo assim isto não deixa de ter o seu lado positivo também, pelo fato de que todas as "verdades" proclamadas contêm sempre algo de verdadeiro, como também aquilo que é comumente aceito como verdadeiro sempre contem algo de errado neste nosso mundo. Se tivermos a mente aberta para fazer uma escolha correta, sem dogmatismos, o auxílio para o nosso caminhar reto virá por si só.

"Conheça-te a ti mesmo" a grande máxima gravada no portal do templo de Apolo em Delfos na Grécia, é essencial para que possamos enveredar pelo caminho reto, sem desvios. Para atingir esta meta, a meditação, a entrada nas profundezas desconhecidas do nosso ser, é um grande auxílio. Ela nós faz perceber o quanto de "lixo" teremos que descartar para podermos chegar mais perto do nosso ser íntimo, ou seja, para a realização completa, à luz que existe na escuridão da nossa vida material. O homem, como ser de luz, deve dirigir o seu consciente para esta luz para não ficar preso na matéria. Voltando-se para a luz, ele se elevará, deixando atrás de si as nuvens negras de medos e frustrações. Elas se dissolverão à medida que esta luz aumentar em seu interior. Quanto mais profundo ele entrar no seu âmago, mais realizado, iluminado e purificado ele ficará, até que chegue o tempo da redenção do espírito ou da luz de sua materialidade. Então ele de novo será o que ele era antes - Um ser de luz sem o peso de um corpo matérial.

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: Elisabeth Eva Monogios

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo