Corpo e Mente
João Oreste Cafarelli – O empresário das energias

João Oreste Cafarelli – O empresário das energias


João Oreste Cafarelli é um estudioso autodidata que se dedica há 35 anos às ciências espiritualistas e metafísicas. Atuando em tempo integral no seguimento holístico em conjunto com outros profissionais e sócios, no Instituto Mahat... e na Mahat... Artesanal, do qual é sócio fundador há 20 anos.
Sensitivo e altamente espiritualista também se dedica à fabricação de produtos e instrumentos para radiestesia, estes extremamente técnicos, segundo ele, os únicos do mercado com tal qualificação, são produzidos artesanalmente e com critérios técnicos específicos, para isso são observados simetricamente a geometria sagrada, os números áureos e os materiais usados que são de qualidade impar. O Instituto Mahat... também presta serviços às pessoas que os procuram na área de radiestesia clínica, geobiologia e na busca, pesquisa e eliminação de energias abstratas e espirituais em ambientes domésticos e locais de trabalho como escolas, comércios, industrias, etc.
Estes assuntos também são levados ao conhecimento das pessoas por intermédio de cursos ministrados periodicamente.

O Legado: Falando sobre sua carreira, como começou?

João Oreste Cafarelli: Quando eu tinha cinco anos de idade fui conduzido para o kardecismo, acompanhando meus pais, seguidores assíduos destes estudos. Aos 16 anos decidi buscar fora destes contextos outros tipos de ensinamentos, os limites do kardecismo não me satisfaziam, então com um espírito totalmente pesquisador e com muito bom senso, pois eu tinha tido uma educação exemplar, fui buscando em outros seguimentos espirituais e místicos respostas complementares às minhas indagações. Já sabedor das minhas habilidades extrasensoriais pude aprender rapidamente e a crescer cada vez mais, nunca me esquecendo que não existe limites nestas disciplinas, ainda hoje, após 35 anos, aprendo e continuo buscando muito. Entre as disciplinas espíritas e espiritualistas eu adquiri uma bagagem muito grande, praticamente passei por todas, até as quase não divulgadas no Brasil, então me dediquei ao “esoterismo” e ao “misticismo”, disciplinas estas muito mal explicadas e ainda hoje com agregações de títulos que não justificam as mesmas, porém, com muita dedicação e empenho passei a dominar quase todas, ou melhor, as que mais me interessavam.

O Legado: Quando você conheceu a radiestesia?

JOC: Entre os 18 e 22 anos eu passava por problemas de saúde, uma úlcera estomacal, quando cansado de tomar medicamentos comecei a procurar na área alternativa algo que pudesse me ajudar. Encontrei. um amigo de meu pai que não víamos há algum tempo e quando ele soube do meu problema ofereceu algo que apesar de eu já ter procurado em outros lugares não me inspirava tanta confiança, mas, por esta pessoa ser idonia resolvi tentar. Este processo era a terapia com “energia de pirâmides”, em paralelo ao tratamento me dediquei a estudar os processos originais da transferência de energias por formas geométricas incluindo as pirâmides; percebi o quanto sério era esta técnica. Após minha total recuperação, em 40 dias (provado por exames) passei a me dedicar intensamente ao estudo da radiestesia, de ondas, de formas e obviamente a radiestesia analítica, conhecendo vários orientadores e os produtos inerentes à técnica. Em virtude da má qualidade dos produtos oferecidos no mercado passei a me envolver com a fabricação de instrumentos de alta qualidade, pois as técnicas radiestesicas “sérias” exigiam que os instrumentos fossem também sérios e muito técnicos, o que o são até hoje. Como meu “eu” buscava objetividade nas terapias alternativas e já tinha, como sensitivo, um processo perceptivo para diagnósticos desenvolvido, a radiestesia “prática” passou a ser complementar, pois eu não precisava me servir dos instrumentos para os meus objetivos. Apesar de continuarmos a produzir “instrumentos radiestesicos” com muito critério e seriedade, o meu seguimento profissional na área “espiritualista” há 20 anos é a busca, análise e eliminação de energias abstratas em ambientes, “Energy Cleaning”.

O Legado: Como funciona a técnica do “Energy Cleaning?”

JOC: Eu sou procurado para analisar em ambientes, o que existe de distorções a nível abstrato, isto se traduz em observar memórias antigas e atuais impressas nos limites físicos do estabelecimento e mobiliário, observar atuações de energias mágicas geradas por automagia ou enviadas por terceiros, observar padrões vibracionais emitidos por processos de doenças intensas de desencarnados e encarnados, observar processos comportamentais que originem a instalação e atuação de padrões vibracionais nocivos, observar atuações de entidades espirituais, atraídas ou enviadas por terceiros, sendo que estas entidades podem agir de formas inconvenientes ou são más, induzindo alterações comportamentais e de relacionamentos e possíveis implantes de distorções da saúde física e mental. A partir de então analisar o processo de atuação de minha parte e os devidos graus de dificuldade que terei para sanar os problemas, e após o aceite do cliente, processar a mistura química adequada para a interferência corretiva, isto é, preparar as ervas e produtos que uso para proceder ao incensamento do local, pois esta é a única técnica adequada e eficaz que encontrei e adotei para trabalhar.

O Legado: Quanto tempo demora a análise e posterior correção destas distorções?

JOC: A consulta me toma de duas a seis horas, dependendo dos problemas preciso estar bem emocionalmente e espiritualmente, pois é uma atuação de muita responsabilidade, e nunca saio de um estabelecimento sem algumas rebarbas energéticas, pois “cutuco leões com vara curta”. A limpeza corretiva requer paciência, persistência, tolerância, coragem, e certeza de superioridade, pois a disputa é extrema, o desgaste é intenso e como eu nunca entrei e nem entro nesta briga para perder o sucesso é fatal... Isto pode me tomar um tempo de duas a doze horas, dependendo do tamanho do local, da gravidade e da dificuldade do problema que vou encontrar. Já atuei até por 18 horas em alguns estabelecimentos mais difíceis, o normal são entre três a quatro horas, sem parar.

O Legado: Você falou em produtos e ervas como instrumentos utilizados nas correções, quais seriam e quantas vezes é preciso repetir esse trabalho?

JOC: Estes são segredos meus que levei mais de 20 anos para pesquisar, posso lhe dizer que aplico de 20 a 60 componentes diferentes, dependendo da necessidade, muitos deles são conflitantes entre si e suas reações são difíceis para administrar, por isso meu trabalho é incomum e distinto dos que são feitos habitualmente por espiritas, às vezes sou chamado de louco por alguns colegas espiritualistas que ficam sabendo de alguns produtos que uso, pois eu também fico perigosamente exposto a seus efeitos, que causam danos sérios a minha saúde, o que requer uma particular atenção minha, constantemente. Quanto à periodicidade do trabalho de correção de distorções abstratas ou “Energy Cleaning” por eu usar produtos muito contundentes e eficazes, desde que os envolvidos no processo mantenham o que foi feito, as correções ou revisões deveriam ser feitas a cada ano ou ano e meio, salvo ocorrências esporádicas incontroláveis.

O Legado: Quem procura os seus serviços?

JOC: Pessoas que por intuição ou por terem algum conhecimento espiritualista percebem que em sua casa a algo errado ou o inconveniente acontece sem que haja uma explicação objetiva a seu alcance. Também sou muito requisitado por empresários que não conseguem determinar os motivos de ocorrências distorcidas inusitadas em vários setores da empresa, ou com sócios e funcionários, comprometendo os resultados pretendidos. Presto serviços a várias pessoas e grandes empresas importantes do Estado de São Paulo que nos prestigiam há muitos anos... (Comentário rindo) ...“O que é bom se mantém”

#P#

O Legado: Você é religioso ou adepto de alguma religião?

JOC: Apesar de ter me servido de muitos conceitos religiosos e ter freqüentado vários locais para criar meu próprio sistema de trabalho, não sou ligado a nenhum seguimento religioso ou dogmático, nunca consegui que um único isoladamente me fornecesse os conhecimentos que adquiri nestes 35 anos de estudos. As várias organizações religiosas oferecidas para as pessoas alcançarem o “religare” são muito importantes para aqueles que se identificam com elas e se sentem preenchidos em seus anseios e buscas. Cada um se determina o que quer aprender e onde, e isto é muito pessoal, da alma e espiritual. Eu me determinei a ser “espiritualista universalista” uso de cada seguimento de estudos religiosos o que me serve e me convém, porém, não posso e nem quero, me filiar a nenhum, sou uma pessoa pública, isento de preconceitos religiosos, estou para servir a quem me solicita auxilio e serviços, não me importo quanto ao seu seguimento religioso. Cada ser humano é um “Deus” e um “Rei” sem exceção, eu procuro ser fiel ao meu reinado, comigo mesmo e para com aqueles a quem eu possa servir, com humildade, seriedade e o máximo de “verdade”.

O Legado: Você se considera ou é considerado um radiestesista?

JOC: Por eu ter estudado, praticado e me dedicado a radiestesia há algum tempo, diria que “fui”, pois considero que alguém que se intitula ou é intitulado como radiestesistas, prática periodicamente esta técnica e se dedica a ela aciduamente. Uma pessoa que fez um cursinho de introdução a radiestesia não pode e nem deve aceitar o título de radiestesista. Para ser um radiestesista, o que qualquer um pode ser, é preciso muito estudo, dedicação e técnica, o que se consegue com muito empenho e com muita prática. Poucos o são, até mesmo alguns que ostentam este título, pois ainda são “por preguiça”, muito ignorantes sobre o assunto, não se aperfeiçoam, não se atualizam, e pararam de pesquisar, é lamentável!

O Legado: o que o Mahat... Artesanal fabrica para a área da radiestesia ?

JOC: Fabricamos cerca de 30 tipos de Pêndulos em madeira de lei e latão com banho de níquel ou ouro; sendo que 20 tipos são de uso geral e 10 são técnicos; quatro tipos de Dualrod para várias aplicações; Aurameter ou Aurimetro, para mensuração de energias sutis; seis tipos de Pilhas Radiestesicas em madeira de lei, (são compensadores energéticos); Antenas Radiestesicas como a Lobo Antena e a Forquilha; 45 tipos de Gráficos Radiestesicos para o uso em emissões de energias de ondas de formas geométricas planas; 20 tipos de Pranchas Radiestesicas para análises energéticas gerais; incluindo o Biometro De Bovi (régua biométrica), Pirâmides Metálicas Tubulares Fixas (cobre, latão) de vários tamanhos; Pirâmides Modulares Desmontaveis em cobre, latão e alumínio, para terapias energéticas; algumas formas geométricas em Estampa para se usar em quadros, cinco tipos de Adesivos em vinil plotter para serem colados, e mais alguns produtos especiais como o “Reequilibrador Atlante” tridimensional em resina especial e fragmentos de quartzo.#P#

O Legado: Você tem concorrentes e qual a diferença dos seus produtos com os que existem no mercado ?

JOC: Eu e meus clientes achamos que não há concorrência, pois nós somos os únicos do Brasil a fabricar estes produtos com características e critérios técnicos, isto inclui medidas corretas, dentro dos padrões exigidos pela radiestesia de onda de forma. Respeitamos a geometria sagrada e os números áureos e temos a assessoria técnica da Mindtron – Radiestesia e Radionica, dirigida pelo Prof. Antonio Rodrigues, o mais conceituado radiestesista e radionicista do Brasil, e do Prof. Dr. Marcos Alves de Almeida, geólogo e geobiologo, que entre outros conhecimentos invejáveis no campo da radiestesia e geobiologia é estudioso, pesquisador, e especialista em geometria sagrada. Acho que é o bastante para responder as suas duas perguntas. (risos...)

O Legado: Como está o mercado de produtos de radiestesia?

JOC: Posso considerar que a nível “popular” pode estar até que bem, mas por total falta de conhecimento técnico dos consumidores e dos orientadores, nossos produtos não são muito adquiridos no mercado, “preferem o meia boca” (sorriso). As técnicas e esmero que usamos na fabricação dos nossos instrumentos interferem no custo dos mesmos, e seus preços finais são bem maiores do que os produtos oferecidos no mercado popular, isto não me incomoda eticamente, pois eu fabrico os Rolls-Royce da radiestesia e isto já é a justificativa para os preços. Tenho a esperança que isto venha a ser reconhecido e considerado pelos “bons” radiestesistas.

JOC: Fiquei muito lisonjeado e contente pela oportunidade de dar esta entrevista, agradeço ao Alberto, diretor do Jornal O Legado e do Guia do Buscador, o qual sou fielmente cliente, e a simpática e “especulativa” repórter Sra. Tatiane que me deu ouvidos.

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Jornal O Legado - João Oreste Cafarelli

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo