Corpo e Mente
Coluna x Esporte: conheça os esportes radicais que podem provocar lesões na coluna

Coluna x Esporte: conheça os esportes radicais que podem provocar lesões na coluna

Os atletas das modalidades esportivas como rapel, rafting, hipismo, kart, ginástica olímpica e esqui apresentam mais chances de sofrer problemas com a coluna devido à aceleração e desaceleração em alta velocidade. Quem pratica esporte radicais como esqui, skate, motocross e ciclismo sofrem um impacto constantemente direto na cabeça que pode causar lesões e até uma fratura na coluna cervical.
 
A incidência de lesões da coluna vertebral na prática esportiva é estimada entre 10 e 15% e 0,6 a 1% é diagnosticado com algum déficit neurológico.
 
Segundo o Dr. Mauricio Mandel, neurocirurgião, quanto mais alta for a lesão, maiores são as chances de causar danos graves ao paciente. “As lesões que ocorrem abaixo do nível da coluna cervical C1 deixam, geralmente, os braços e as mãos paralisadas. Neste caso, o paciente necessita de auxílio para respirar”, afirma.
 
Isso acontece porque as lesões nessa altura interrompem os nervos que comandam os músculos do diafragma. Por conta disso, o paciente não consegue mais respirar sozinho e irá precisar da ajuda de uma ventilação mecânica. “Os nervos do diafragma estão localizados nas raízes dos nervos da C3, C4 e C5, e a longo prazo podem criar problemas para os pulmões que acabam desenvolvendo uma pneumonia entre outras infecções”, explica o neurocirurgião.
 
Para se ter uma ideia, a  coluna se divide em três regiões, cervical com sete vértebras, torácica com doze vértebras e lombar com cinco vértebras. “A coluna cervical e a lombar são as que mais sofrem lesões em atividades esportivas”, afirma o Dr. Mauricio.
 
Entretanto, cada região tem suas características que são completamente diferentes das outras, assim como os sinais e sintomas das lesões nessas regiões. 
 
Uma fratura na coluna dependendo do local pode colocar a carreira e o sonho do atleta em risco, portanto, antes de praticar qualquer modalidade esportiva, faça os exames adequados, respeite suas limitações, converse com o seu técnico e mantenha a prevenção para evitar qualquer tipo de fratura. 
 
 
© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Fonte: Mauricio Mandel, neurocirurgião formado pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN). - www.mauriciomandel.com.br - Maio 2014

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo