Corpo e Mente
Hidroterapia

Hidroterapia


A Hidroterapia é uma técnica simples, barata e eficiente. Foi utilizada há milhares de anos desde as civilizações antigas da humanidade. Entretanto, foi somente a partir dos trabalhos do Monsenhor Sebastian Kneipp, no século XIX, que a Hidroterapia começou a alcançar caráter científico e tornar-se conhecida no mundo inteiro. O seu livro A MINHA CURA D ÁGUA de 1.886 foi traduzido para várias línguas e tem passado por dezenas de edições. Foi comemorado o centenário da obra com grandes festas na Alemanha em 1.986.

Na Hidroterapia, a água é o instrumento principal, exerce efeitos mecânicos hidrostáticos e efeitos termoreguladores. Entretanto, a Hidroterapia aproveita principalmente dos efeitos termoreguladores, e por isso, ela no fundo, é uma termoterapia. Das centenas de aplicações hidroterápicas, a grande maioria utiliza a água fria (14 a 18ºC) por períodos curtíssimos (15 a 60s). A água fria provoca fenômenos locais e distantes. No local atingido pela baixa temperatura ocorrem vasoconstrição da pele e vasodilatação muscular. À distância, por ativação do Sistema Nervoso Autônomo, aumenta a circulação nos órgãos e diminui a frequência cardíaca. Entretanto, o organismo reage e assim, após o estímulo frio, ocorre vasodilatação reativa, aquecimento da pele, e a frequência cardíaca mantém-se baixa durante longo período. Tudo isto representa uma saudável reação do corpo para obter o equilíbrio das funções orgânicas. Nos métodos hidroterápicos, temos que alcançar sempre esta fase de vasodilatação reativa, de forma natural, estimulando as energias do corpo e assim obter os efeitos benéficos. A fase reativa pode ser atingida e apressada com roupas, meias e cobertores.

A aplicação sistemática de estímulos leva o organismo a uma adaptação fisiológica. O estímulo pela água fria melhora a circulação sangüínea da pele, das mãos e dos pés, e aumenta o rendimento cardíaco, efeitos similares aos obtidos através de exercícios físicos. O paciente sente as mãos e pés mais quentes, frequência cardíaca menor, e maior capacidade perante esforço físico prolongado. Enfim, a hidroterapia previne e combate os efeitos do stress, melhora o condicionamento físico, e desenvolve resistência às doenças.

As aplicações hidroterápicas podem ser na forma de fricções, banhos, compressas, duchas, enfaixamentos e saunas. Quanto às temperaturas, as aplicações podem ser frias, mornas, quentes e alternadas.

A Hidroterapia consegue atingir as causas físicas de muitas doenças que poderão ser tratadas ou aliviadas com o uso da água!

 

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto fornecido pelo SINATEN - Sindicato Nacional dos Terapeutas Naturistas

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo