Corpo e Mente
Por um bem maior

Por um bem maior

Este ano de 2015 é o 13º ano do Jornal O Legado, o 22º ano do Guia do Buscador e o 23º ano da IAOL Editora.

São 23 anos de mercado editorial no setor holístico. Olho para esse período, quase um quarto de século, e vejo no mercado, praticamente as mesmas “coisas”, algumas com algum progresso e outras com retrocesso. Mas o que me chamou a atenção foi observar que o grau espiritual das pessoas em geral piorou ao invés de melhorar.

Você pode me questionar dizendo que aumentou consideravelmente o número de pessoas evangélicas e eu rebaterei dizendo que o número aumentou na mesma proporção que diminuiu o número de católicos.

Na própria doutrina espírita eu não vejo aumento de seguidores, eu arrisco dizer que nos últimos 25 anos o número é o mesmo.

Agora deixando os números de lado, o que me entristece é o tanto de pessoas egoístas e avarentas que há atualmente e sem preocupação com o próximo. Tudo é levado pelo dinheiro, pela ambição e ganância.

Vejam os políticos, na sua maioria, roubam descaradamente para enriquecerem-se rapidamente e volumosamente. Não há a preocupação por parte deles com a Pátria ou com a população.
Já os banqueiros sugam nosso dinheiro com suas taxas e juros, nesse caso com o aval governamental, sob o pretexto de se combater a inflação. Sem dizer o que esses banqueiros fazem com seus funcionários, impondo metas absurdas e levando muitos deles a morrerem infartados.

Cadê a espiritualidade das pessoas?

Cadê a condescendência com o ser humano?

Onde fica o respeito para com o próximo?

Nesses últimos anos deixamos de ter escolas, de termos famílias (salvo exceções) e consequentemente perdemos nossa educação.
Vejo várias pessoas criticando o BBB da TV Globo, mas não vejo nenhuma organização voltada para os direitos humanos, ou ao bem estar da família, brigar na justiça pedindo para tirarem o programa do ar.

Vejo o governo aumentando os valores das multas de trânsito, mas não o vejo pedindo para a indústria automobilística limitar a velocidade dos automóveis pela capacidade dos motores.

Vejo uma série de consumidores, médicos e atletas falando de alimentação saudável, mas não vejo ninguém criando caso com empresas, como por exemplo as dos refrigerantes, que matam lentamente seus consumidores com tanto açúcar que há em seus produtos.

Cadê a união das pessoas para lutarem por um bem comum?
As pessoas estão se deixando levar pelas propagandas e por artistas desprezíveis que pregam um liberalismo (à beira da libertinagem) para justificarem seus complexos morais criados na sua maioria em lares desfeitos, ou por convivência com pessoas desqualificadas.

Estamos vivendo uma decadência moral jamais vista em nossa época, talvez possamos comparar com Sodoma e Gomorra.

Está na hora das pessoas voltarem a buscar a espiritualidade. Não precisa ser apegado a nenhuma religião ou crença, mas precisam se apegar na espiritualidade moralista, que constrói o espírito de cada um. Uma espiritualidade que ajuda ao próximo sem interesse próprio e se deixa ser ajudado, entendendo não ser o dono da verdade ou da justiça.

Uma espiritualidade protegida pelo amor divino que temos no coração e na nossa alma.

Não podemos deixar morrer os conceitos de família, lar e fé.

Há religiões boas que estão bem intencionadas, mas há também religiões desprezíveis, pregando apenas para ganharem muito dinheiro, construindo templos faraônicos que não levam a nada a não ser enriquecer seus “pastores”.

Quem não quer buscar por Deus, procure ao menos dentro de si o seu Deus oculto e descubra seu poder que nada mais é que puro amor.

Acredito que as pessoas deixarão de ser tão frias à partir do momento em que permitirem o amor fluir por dentro de suas almas e descobrirão que somos todos irmãos e que devemos andar de mãos dadas para sermos unidos e fortes.

Quando isso acontecer, será um bem maior e voltaremos para nossa evolução espiritual.

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: Alberto Sugamele - Editor do Jornal O Legado – Fevereiro de 2015

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo