Corpo e Mente
Reflexologia podal alivia dores nos pés na gestação

Reflexologia podal alivia dores nos pés na gestação

Entre as queixas mais comuns registradas pelas gestantes é a dor nos pés. Esse incômodo pode ser provocado por diversos motivos, permanecer muito tempo em pé, inchaço no verão, pois o corpo retém mais líquido fazendo com o que os pés fiquem inchados dificultando as futuras mamães de colocar sandálias ou até mesmo caminhar.

Para aliviar as dores, as mamães podem investir em alternativas terapêuticas que fazem bem a mãe e o bebê. De acordo com a fisioterapeuta Tatiana Baccini, a reflexologia podal é a técnica mais indicada para relaxar os pés. “A técnica faz uma pressão em determinados pontos nos pés para atingir todo o corpo. A reflexologia na gestação é indicada para tratar pés inchados, problemas de digestão e melhorar o sono”, afirma.

Além de tratar as dores nos pés, a reflexologia também ameniza outros sintomas como os enjoos presentes no primeiro trimestre. “No segundo e terceiro trimestre, a massagem equilibra o organismo promovendo tranquilidade à gestante e ao bebê”, explica a especialista.

Gestantes estão liberadas para fazer reflexologia?

A reflexologia ganhou espaço porque não só ajuda a amenizar dores nos pés, mas também para controlar problemas emocionais. “Gestantes que estão ansiosas com o parto, estressadas e cansadas podem fazer uma sessão de reflexologia para conquistar novas energias e ficar mais calma para o nascimento do bebê”, diz a especialista.

A reflexologia podal tem o objetivo de ativar o sistema circulatório, estimular a bexiga e o intestino, regular a temperatura do corpo, amenizar a dor do parto normal e induzir à dilatação.

A massagem é feita com o polegar ou objetos como bolinhas, pequenos rolos de madeira e agulhas. Uma sessão semanal é suficiente para a gestante reequilibrar o organismo e não sentir mais dor.

A reflexologia na gravidez deve ser aplicada com prudência. A especialista recomenda que a massagem seja realizada por profissional habilitado, pois, o estímulo a determinados pontos pode provocar algumas contrações uterinas. A reflexologia deve ser evitada entre a 12ª e 14ª semana de gestação.

Realizada de forma correta, a reflexologia na gravidez pode trazer vários benefícios. A massagem podal ativa o sistema circulatório, estimula a bexiga e o intestino, alivia as dores lombares e regula a temperatura do corpo. Além disso, diminui a dor do parto normal, induz à dilatação e ao profundo relaxamento entre as contrações.

 

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de Sacha Silveira – Fonte: Tatiana Baccini, Fisioterapeuta - www.fitbodypilates.com.br – Julho 2015

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo