Corpo e Mente
Combinação de acupuntura e ervas chinesas aumenta a recuperação pós-AVC

Combinação de acupuntura e ervas chinesas aumenta a recuperação pós-AVC

 


É o que conclui estudo divulgado por instituto de pesquisa localizado em Sichuan, na China.

Uma nova pesquisa, divulgada em janeiro deste ano, aponta que a acupuntura, combinada com plantas medicinais chinesas, pode aumentar consideravelmente a recuperação de vítimas de derrame, ou Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O estudo conduzido pela Sichuan Academy of TCM (Tradicional Chinese Medicine), instituto de pesquisa localizado em Sichuan, na China, analisou 240 pacientes que sofreram AVC, divididos em quatro grupos.

O primeiro recebeu acupuntura, ervas e terapia de reabilitação padrão (fisioterapia). O segundo grupo recebeu apenas acupuntura. O terceiro grupo foi submetido apenas ao tratamento com ervas medicinais chinesas. E o quarto grupo recebeu apenas a terapia de reabilitação padrão, sem acupuntura e sem as plantas medicinais chinesas.

Resultado do estudo

Os pesquisadores descobriram que a combinação de acupuntura, ervas e fisioterapia padrão é significativamente mais eficaz para o tratamento da disfunção pós-AVC do que usar apenas a fisioterapia padrão (convencional), além de demonstrar que o tratamento com a medicina tradicional chinesa é altamente seguro.

E, de fato, é o que acontece, pois essa pesquisa está em concordância com muitos outros estudos que já foram publicados sobre o assunto no último ano e, inclusive, com a nossa própria experiência em nossa clínica.

Durante os últimos anos, cada vez mais pessoas têm procurado e constatado que a acupuntura não é placebo ou uma prática dolorida e ineficaz. Outro estudo recente concluiu que a acupuntura é eficaz para o tratamento da dor no ombro depois de um derrame.

Em uma revisão de 453 estudos aleatorizados e controlados, os pesquisadores descobriram evidências consistentes e clinicamente significativas de que a acupuntura é um tratamento eficaz também para a dor no ombro pós-acidente vascular cerebral.

Portanto, o resultado dessa pesquisa é importante para fortalecer a prática da Medicina Tradicional Chinesa e contribuir para que as pessoas possam procurar pelos tratamentos complementares, em especial a acupuntura, também muito indicada para a terceira idade.

Ervas medicinais para a má circulação sanguínea

Os problemas de má circulação sanguínea são causados por vários fatores, como falta de exercício, obesidade, dietas ricas em gordura saturada, fumo, estresse e consequentemente acabam causando doenças cardiovasculares, varizes, arteriosclerose e outros males. Melhorar a alimentação, fazer exercícios regularmente e tomar medicamentos fitoterápicos que reduzam o colesterol e aliviam o estresse contribuem para a redução de tais doenças. Quem já toma alguma medicação deve consultar um médico.

A tabela abaixo contém as principais ervas para a circulação:

Alecrim (Rosmarinus officinalis) - Tônica. Normalmente usada para fortalecer o coração, diminuir varizes e ajudar na prevenção de arteriosclerose. Tome uma infusão junto com tília para aliviar dores de cabeça associadas à pressão alta.

Alho (Allium sativum) - Anti-colesterol e anticoagulante, sendo benéfica em casos de trombose e arteriosclerose. Ingira alho cru, cápsulas ou sucos.

Gengibre (Zingiber officinale) - Estimuladora, vasodilatadora, anticolesterol. Ingira o gengibre em pó misturado com água quente, ou tome cápsulas e tinturas, para esquentar mãos e pés. Também ajuda no tratamento de arteriosclerose.

Ginkgo biloba - Estimuladora e vasodilatadora. Misture com pilriteiro para tratar doenças nas artérias coronárias. Combine com mil-folhas para diminuir varizes e com gengibre para esquentar pés e mãos e para tratar claudicação intermitente e frieira.

Goji (Lycium barbarum) - Estimuladora (frutos) e hipotensiva (raiz). É tradicional na medicina chinesa e acredita-se que aumente a expectativa de vida. Os frutos são considerados um superalimento no Ocidente e podem aliviar tonturas e zumbidos.

Hamamélis (Hamamelis virginiana) - Anti-inflamatória. Molhe uma gaze ou algodão com hamamélis destilada e coloque sobre as varizes, inflamações, coceiras, hemorroidas, flebite e frieira, para aliviar inchaço e dor.

Mil-folhas (Achillea millefolium) - Misturada com tília e pilriteiro, em chás ou tinturas, tem ação hipotensiva e auxilia no tratamento de arteriosclerose. Para estancar sangramento no nariz, coloque um pouco de tintura diluída, ou chá frio, em um algodão e insira-o na narina.

Pilriteiro (Crataegus laevigata) - Tradicionalmente usada para fortalecer o coração e ativar a circulação, esta ajuda a regular os batimentos cardíacos e pressão alta. Tome em forma de infusão (chá), tintura ou cápsulas.

Tília (Tília cordata) - Sedativa, alivia o estresse, tensão e dores de cabeça relacionadas à pressão alta. Também fortalece as artérias e é comumente combinada com pilriteiro em infusões ou tinturas.

Urtiga (Urtica dioica) - Antianêmica e hipotensiva quando combinada com pilriteiro ou tília. Junto com trevo-amarelo e agripalma, é um remédio tradicional para tratar varizes.

 

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto colaboração de THDr. Zacalves Batista Maia – Terapeuta Naturalista - Fitoterapia, Alimentação Saudável e Psicoterapia - www.maianaturalista.com - (11) 94832-4883 ou (11) 4604-6825 - E-mail: farmaia@ig.com.br - Setembro 2015

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo