Corpo e Mente
Dislexia: orientações e esclarecimentos sobre um transtorno silencioso

Dislexia: orientações e esclarecimentos sobre um transtorno silencioso

Às vezes me pergunto se a sociedade em algum momento esteve preparada para administrar e enfrentar as diferenças que, a olhos nus, não conseguem ver. Diferenças nascidas, na maior parte das vezes, de distúrbios singulares e que necessitam de atenção especial, como a dislexia. Embora possa parecer irrelevante, a dislexia afeta aproximadamente 7% das crianças brasileiras e cerca de 10% da população em todo mundo, que apresentam dificuldade de leitura e ortografia, déficit de atenção, hiperatividade ou mesmo barreiras para ler e raciocinar sobre o que foi lido, registrando de maneira correta sem que se perca o raciocino linear.

Nenhum dos pontos que citei é de fácil administração. Cada indivíduo possui sua particularidade dentro desse transtorno, porém, com a maturidade, crescimento e, sobretudo, com ajuda profissional capacitada e contínua, boa parte dessas pessoas passa quase que despercebida por colegas de trabalho e até mesmo em suas vidas acadêmicas.

Para que essa superação aconteça é necessário um enfrentamento pessoal, pois o maior preconceito pertence, muitas vezes, ao próprio portador desse transtorno. Isso pode acontecer quando o indivíduo se afasta da sua busca por qualificação acadêmica ao se deixar intimidar por comentários levianos de colegas e professores que, infelizmente, possuem um entendimento equivocado sobre tal dificuldade. Na maior parte das vezes, essas pessoas são incapazes de enxergar a singularidade de cada um.

Este tipo de ignorância acontece devido ao estigma que é reforçado a cada dia em nossa sociedade: “se não consigo enxergar o seu problema, você está mentindo”. Essa atitude, tomada por alguns indivíduos, invade de maneira brutal a vida de qualquer pessoa que assuma sua diferença publicamente. É importante que a sociedade esteja preparada para ouvir frases como: “Sou disléxico, mas sou capaz. Só preciso me adaptar”.

Esse pensamento deve acontecer primeiramente no interior de cada um daqueles que sofrem com este distúrbio. A partir deste raciocínio, tudo começará a mudar para melhor, pois todo o seu empenho será reconhecido pela capacidade de vencer os obstáculos, principalmente os de aprendizado. Por isso é importante que aqueles que são acometidos pela dislexia sejam felizes e demonstrem com coragem suas capacidades. É importante que cada uma dessas pessoas deixe que seu próprio brilho resplandeça em seus atos e condutas ao rebater as ofensas da sociedade com a sua capacidade.

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de Dino A.I. - Fonte: Esther Guimarães - escritora e apresentadora - Outubro 2015

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo