Corpo e Mente
Rapidinhas
NOVO TELEFONE DO JORNAL O LEGADO (11) 4418-6150
NOVO TELEFONE DO JORNAL O LEGADO (11) 4418-6150
NOVO TELEFONE DO JORNAL O LEGADO (11) 4418-6150
NOVO TELEFONE DO JORNAL O LEGADO (11) 4418-6150
2016: Um ano para o Brasil crescer

2016: Um ano para o Brasil crescer

Mais um ano começando e com ele as expectativas que sempre se renovam. Com o início do ano, queremos que tudo melhore, que nossos melhores sonhos se realizem e que todas as dificuldades sejam superadas. Esse é um ano regido pelo Sol e no geral com aspectos que prometem mais leveza e novidades.

Mas algumas tensões indicam que é preciso crescer se queremos ter sucesso. Um aspecto tenso envolvendo Júpiter (em Virgem), Saturno (em Sagitário) e Netuno (em Peixes) é uma das principais tônicas do ano. Para o mapa do Brasil, esses planetas tocam pontos importantes, indicando ser um ano de acontecimentos marcantes para todo povo brasileiro. Saturno, o grande auditor dos planetas, transita pela casa 10 do Brasil, que tem a ver com o governo, o poder executivo, e o destino do país. Está ali apontando o que está ou não funcionando, o que precisa ser mudado e o quanto existe ou não consistência, seriedade e estrutura.  Durante o ano, o Sol do Brasil também é bastante impactado por esse Saturno, indicando dificuldades para o governo, a presidente e também para a economia, que sofre influencias não apenas de Saturno.

A Lua do Brasil, da mesma maneira, é impactada por esse Saturno, indicando dificuldades e desafios para o povo brasileiro que, apesar da leveza geminiana, que indica um povo alegre, sempre otimista e feliz, pode ser um ano de mais preocupação e seriedade geral. Mas pode ser o momento do povo cair na real, enxergar as coisas com mais seriedade e agir em busca de solução. É uma configuração que mostra a necessidade de mudanças concretas e para isso é preciso crescer, com todas as dores e desafios que isso traz. Mas é um momento que pede consciência e ação para cada um de nós.

É claro, pelo mapa do Brasil e os aspectos astrológicos, que é um momento crítico na política e na economia e que muita coisa precisa mudar. Mas é claro também que muitos problemas só podem ser solucionados a partir do momento em que cada um fizer a sua parte. Isso é especialmente apontado por essa oposição entre Júpiter e Netuno, já que Júpiter em Virgem tem mostrado os detalhes que fazem diferença e o quanto pequenas mudanças no cotidiano de cada pessoa podem trazer as grandes transmutações que Netuno em Peixes vem pedindo.

Um exemplo é a questão envolvendo o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue e o Zika Virus, que pode e deve ser combatido pelos governos e órgãos responsáveis, mas que vem crescendo especialmente porque boa parte da população não tem consciência e mantém condições em suas casas favoráveis ao desenvolvimento do mosquito. O mesmo vale para a crise da água. Muita água se perde e boa parte dos problemas devem-se à uma má gestão, mas há também a necessidade de que cada um economize água e se não houvesse desperdício por parte de todos, as coisas podiam mudar.

E esses são só alguns dos muitos exemplos possíveis. As perspectivas a médio prazo para o Brasil são boas e há indicações reais de um crescimento possível, com melhores em todos os setores. Mas para que isso aconteça é importante que cada um de nós desperte para a realidade como ela é e enxergue que cada um pode ser agente de uma mudança maior. É um céu que também mostra que julgar ou cobrar dos outros não resolve problema nenhum, quando você não faz sua parte. Por exemplo, não adianta falar da corrupção dos políticos (algo que está sendo fortemente mostrado para que mudanças aconteçam, urgente) se no dia-a-dia cometemos pequenas (ou grandes) corrupções.

É importante que a mudança seja conjunta. É curioso pensar, ainda, que júpiter, regente de sagitário (e também de peixes) e Netuno, regente de peixes, está brigando no céu, com o apoio de Saturno, que rege capricórnio e aquário, e que é também o ponto focal dessa tensão. De alguma maneira, parece que é importante integrar o micro e o macro, o individuo e a sociedade, para que, juntos, todos possam crescer. Esse Saturno em Sagitário também vem discutir a intolerância, especialmente religiosa e de diferenças entre fé, crenças, opiniões, filosofias de vida, etc. Ainda mais “aspectando” Júpiter e Netuno, que também falam desse assunto. É um céu que pede urgente mais diálogo, compreensão, respeito e união.

Quem sabe isso pode ser possível em 2016? Vamos tentar? Fica o convite para que cada um de nós possa fazer a sua parte. O resultado vale a pena e o mundo agradece.

 Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4418-6150

Autoria

Texto de: Titi Vidal - Astróloga - (11) 3255-5068 - Janeiro 2016

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo