Corpo e Mente
Aprofundando o método de Hatha Yóga para emagrecimento

Aprofundando o método de Hatha Yóga para emagrecimento

Hatha Yóga Clássico X




Na edição anterior, abordei como foi desenvolvido o Método de Emagrecimento com saúde, através das práticas do Hatha Yóga. E como milhares de praticantes se beneficiaram com este método, que levei alguns anos desenvolvendo e aprimorando. Mostrei como o mesmo pode ser utilizado com total eficácia e segurança, por qualquer pessoa de qualquer idade. E dei parte das orientações, a respeito da utilização do mesmo. Neste Capítulo, vou aprofundar ainda mais os esclarecimentos e informações sobre o mesmo, mostrando inclusive, quinze exercícios especiais a serem realizados pelas pessoas, no sentido de obter os resultados propostos.

Ainda sobre a parte alimentar

Cabe esclarecer, que além de todo o exposto, é fundamental desenvolver-se um trabalho de “Reeducação Alimentar”, mas que para ser realizado depende de um trabalho paralelo de conscientização e, que na maior parte do programa é o lado mais difícil e mais demorado, embora seja da maior importância para a saúde de quem for utilizá-lo. O que inclusive pode influir positivamente no atingir do objetivo e na manutenção do peso ideal, além de propiciar um profundo rejuvenescimento do organismo e de toda a sua estrutura, eliminando também doenças decorrentes de desajustes nos aparelhos, seus órgãos e suas glândulas. E mais, elevando a autoestima da pessoa.

Na realidade, tal trabalho de conscientização é voltado para o reequilíbrio do sistema eletro-somatológico, em especial dos seus aspectos emocional, nervoso e psicológico, pois é a partir do reequilíbrio eletro-somatológico, que os resultados tornar-se-ão bem mais fáceis. Ainda no que se refere à questão alimentar, não se iluda, não tenha pressa, pois vícios alimentares péssimos, não são eliminados a curto prazo. Pois em geral, as pessoas buscam soluções milagrosas que não existem, ou buscam falsas soluções, pois gostam de se enganar e ser enganadas. Ou ainda quebram todos os espelhos de casa, os assentos dos veículos e sentam-se sozinhas no Metrô. E esta afirmação não é uma brincadeira, porém algo muito sério e grave na vida de tais pessoas, então, só pense em resultados a médio ou longo prazo, mas aja a curto prazo.

Algumas dicas alimentares

Para ajudar ao seu próprio emagrecimento, além da longa lista de exercícios fáceis e sem contraindicações que serão dados ao final deste capítulo, também é necessário esclarecer que há dois imensos aliados que muito poderão ajudá-las, se forem tratados com amor, dedicação e carinho. Um deles, é o seu aparelho digestivo e o outro é o seu aparelho intestinal. Se você respeitar os sentimentos dos dois, sua vida será outra e você poderá ir se preparando para viver no “paraíso na terra”. Mas dos dois, o mais temperamental é o aparelho digestivo e, inclusive, depende dele boa parte do funcionamento intestinal.

Então, mesmo que no princípio seja um pouco estranho seguir as dicas alimentares que vou lhes dar, lembre-se - francamente - elas são bem fáceis de serem seguidas e vão fazer a “cabeça” do seu aparelho digestivo e ele pode acabar se apaixonando por você.

Aí vão algumas coisas fáceis, mas que “você tem que fazer”

A) beba água diversas vezes durante o dia. Deixe um litro cheio à sua frente sempre, e o esvazie até a noite;

B) logo pela manhã, alimente-se com frutas ou fibras vegetais e beba sucos naturais, sem açúcar;

C) vá ao banheiro pelo menos três vezes ao dia, pela manhã, à tarde e à noite. As fibras vegetais, reeducam intestinos vagabundos;

D) na hora do almoço, procure alimentar-se com muita salada, vegetais e legumes cozidos e se possível, todos os dias da semana coma arroz integral, além de outros cozidos ou refogados como lentilha, ervilha, grão de bico, cará, inhame, taioba, vagem, espinafre;

E) após o almoço, sempre coma alguma fruta, se possível laranja com bagaço;

F) mas, sua alimentação deve ser balanceada com integrais, cereais, vegetais naturais, algas e fibras. Pois, além de conter poucas calorias, não contem gorduras, o que facilita a digestão e ajuda na reeducação intestinal, além de não conter lactose. Todos esses fatores, transformam beneficamente sua digestão e circulação, eliminam naturalmente a fome e não pesam no organismo. E o que é mais importante, você pode comer sem culpa, tranquilamente e sem se preocupar com o tamanho do prato. Claro, não é por isso que você vai exagerar, coma normalmente. Lembre-se que sua saúde e a saúde do seu organismo, fazem parte da sua saúde espiritual;

G) no jantar, por incrível que pareça, você pode comer a mesma alimentação do almoço, pois trata-se de alimentos que além de saudáveis e naturais, saciam sua fome e o que é mais importante você não precisa diminuir a quantidade, a priori;

H) além das frutas normais, frutas secas e desidratadas, também podem e devem ser ingeridas da mesma forma que as frutas normais. E, às vezes, algumas sementes, porém sem exageros, por favor;

I) como você pode observar, para atingir o tão sonhado resultado, se realmente você seguir - com tranquilidade - este método tão simples, não vai precisar ficar tendo dores de estomago ou de cabeça. E, à noite, vai poder dormir serenamente, sem culpa ou peso na consciência. Então, sinceramente lhe pergunto, será que não vale a pena tentar por pelo menos uns seis  meses? Pense com amor, pense com carinho sobre este método!

Exercícios do método

Bem, aqui estão exercícios que em muito irão lhe ajudar. Todos os exercícios utilizados e adaptados ao método, são específicos do Hatha Yóga clássico ou tradicional, e, podem ser realizados por qualquer pessoa a partir dos sete anos de idade e sem limites, tanto por adultos, jovens, adolescentes, gestantes ou pessoas na melhor idade.

O fundamental, é que a condição específica de cada pessoa seja respeitada integralmente durante as práticas. E que as mesmas tenham consciência das suas possibilidades e as respeitem. Aqui serão apresentados apenas alguns exercícios, já que são muitos e os aqui propostos, são os mais fáceis e sem maiores contraindicações.

Vamos então aos mesmos:

1º) Sentado(a) ou em pé, girar a cabeça em movimentos rotativos leves, sete vezes para cada lado;

2º) Sentado(a) ou em pé, inclinar a cabeça devagar para o lado esquerdo e direito, tentando sem forçar, aproximar cada orelha ao ombro correspondente, por sete vezes;

3º) Sentado(a) ou em pé, inclinar a cabeça devagar para a frente e para trás sem forçar, por sete vezes;

4º) Sentado(a) ou em pé, girar a cabeça lentamente para os lados, com o queixo levemente erguido e, em direção ao ombro correspondente, por sete vezes;

5°) Sentado(a) ou em pé, apoiar as mãos na parte de trás da cabeça e devagar, tentar aproximar o queixo do tórax, por sete vezes;

6º) Sentado(a) ou em pé, apoiar ambas as mãos na parte de trás da cabeça e devagar, tentar abrir ao máximo os braços, sem tirar as mãos da cabeça, por sete vezes;

7º) Sentado(a), com os braços soltos levemente ao longo do corpo, devagar, dobrar-se para a frente levando o tronco até onde possível. Se conseguir descer por completo sem forçar, tocar os pés com as mãos.

8º) Sentado(a) ou em pé, com os braços levemente soltos ao longo do corpo, devagar, elevar e soltar os ombros por completo, por sete vezes;

9º) Sentado(a) ou em pé, com os braços soltos levemente ao longo do corpo, devagar, realizar movimentos circulares com os ombros, para afrente e para trás, sete vezes em cada sentido;

10º) Sentado(a) ou em pé, colocar a mão direita sobre o ombro esquerdo e com a mão esquerda, puxar o cotovelo direito por sete vezes. Repetir o exercício pelo lado oposto;

11º) Sentado(a) ou em pé, colocar a mão direita sobre o ombro esquerdo, porém, por trás da cabeça, de forma que o cotovelo direito fique para cima. Com a mão esquerda, devagar, forçar o cotovelo direito para o lado esquerdo por sete vezes. Repetir o exercício pelo lado oposto;

12º) Sentado(a) ou em pé, colocar os braços para trás e para baixo e entrelaçar os dedos das mãos. Após, devagar, tentar elevar os braços sem soltar as mãos, por sete vezes.

13º) Sentado(a) ou em pé, colocar ambos os braços para cima, no alto da cabeça e entrelaçar os dedos das mãos. Após, devagar, elevar os braços e os ombros até onde possível por sete vezes;

14º) Sentado(a) ou em pé, colocar ambos os braços estirados à frente do corpo na altura dos ombros e entrelaçar os dedos das mãos. Após, devagar, realizar movimentos semicirculares com os mesmos até onde possível por sete vezes para cada lado;

15º) Sentado(a) ou em pé, colocar ambos os braços estirados a frente do corpo na altura dos ombros. Após, com a mão esquerda, puxar suavemente os dedos da mão direita em direção ao corpo por sete vezes. Repetir o exercício pelo lado oposto.

Outros esclarecimentos

É importante esclarecer, que o método quando bem utilizado, traz efeitos reais e duradouros. Contudo, é necessário que as orientações sejam seguidas à risca e com seriedade, por quem quiser obter tais benefícios. Desenvolvi este método durante longos anos, com muita responsabilidade e determinação e ao longo do tempo, fui aprofundando o mesmo. E nos próximos capítulos, continuarei dando outros exercícios do Hatha Yóga clássico tradicional, que além de ser muito seguro e consistente, poderão ajudar mais ainda as pessoas verdadeiramente interessadas.

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto colaboração de Claudio Duarte - Doutor em Yóga, Delhi/Índia - Fundador da Universidade Aberta de Yóga - Unesco member / PACY member – (11) 3288-8860 - Março 2016

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo