Corpo e Mente
Constelação Familiar auxilia na cura de doenças crônicas

Constelação Familiar auxilia na cura de doenças crônicas


Terapeuta de Campinas utiliza terapia criada por psicanalista alemão na cura de problemas físicos.



Em Campinas (SP), o Terapeuta Sistêmico e Acupunturista José Maria Sampaio de Barros Neto optou pela utilização da constelação familiar em seu trabalho porque percebeu que, mesmo usando todas as técnicas nas quais é especialista - como acupuntura, terapia crâniossacral e outras - viu que faltava algo que resolvesse os males físicos, comportamentais e de relacionamentos em sua origem sistêmica.

“Quando tratamos uma enxaqueca crônica com acupuntura, por exemplo, os resultados podem ser mais efetivos se também fizermos uma sessão de constelação familiar para identificar a natureza do problema”, afirma. Segundo ele, os efeitos das sessões são sempre positivos e satisfatórios, com mudanças efetivas na vida do paciente a médio e longo prazos. Em busca de melhores resultados, a constelação também pode ser associada a qualquer outra terapia.

O terapeuta conta que, ao participar das primeiras sessões de Constelação, em Campinas, percebeu que vários conflitos familiares pessoais seus e de outros participantes foram resolvidos. Isso gerou um grande interesse em unir a Constelação Sistêmica a outras técnicas de trabalho holístico, estimulando-o a adquirir formação na área, tornando-se especialista em Constelação Familiar em grupo e individual.

Na constelação individual, interagem apenas o constelador e o cliente, sendo os personagens familiares representados por bonecos. Segundo José Maria, a sessão individual é indicada para quem não deseja se expor ou tem dificuldade em interagir com o grupo. Porém, conforme o caso, os resultados serão mais efetivos numa sessão em grupo, beneficiando a todos, pois a interação com diversos participantes contribui para a intensificação do campo energético e surge daí uma dinâmica mais intensa.

Na medicina, o método terapêutico da Constelação Familiar Sistêmica está sendo utilizado com o objetivo de descobrir a causa de doenças. Quando o paciente toma consciência da origem dos seus males físicos e mentais, as possibilidades de cura tornam-se maiores.

Na região central do país, a constelação familiar vem sendo praticada há nove anos no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC/UFG), em Goiânia. O método foi introduzido pelos médicos José Miguel de Deus, ginecologista, e Vânia Meira e Siqueira Campos, anestesista, com o objetivo de oferecer um novo instrumento de ajuda a pacientes com dor pélvica crônica (DPC).

O dr. José Miguel de Deus conta que, como especialista em ginecologia e videolaparoscopia, achava intrigante examinar mulheres com DPC e não encontrar uma causa convincente para explicar a dor que sentiam. Observava, ainda, que estas pacientes possuem, comumente, histórias de mortes trágicas na família, afastamentos precoces de entes queridos, abandonos, abortos, violência física e/ou sexual, conflitos conjugais, conflitos com pais e/ou irmãos e culpas pessoais, entre outras coisas. Por isso, imaginou que poderia utilizar, junto com o tratamento médico convencional, uma terapia que pudesse ajudar as pacientes em seu aspecto psicológico.

O hospital concordou com a iniciativa e o trabalho tornou-se um projeto oficial de extensão universitária em setembro de 2013. “Atualmente, o trabalho expandiu-se e ganhou a comunidade, que participa e se beneficia nos diversos âmbitos da vida, para além de sintomas físicos, como a dor pélvica crônica”, explica o ginecologista.

O que é Constelação Familiar

Nascido em 1925, na Alemanha, Bert Hellinger formou-se em Filosofia, Teologia e Pedagogia. Posteriormente, aprofundou seus estudos e pesquisas tornando-se psicanalista e, por meio da dinâmica de Grupos, da Terapia Primal, da Análise Transacional, de diversos métodos hipnoterapêuticos e demais técnicas desenvolveu sua própria Terapia Sistêmica e Familiar a qual denominou: Familienaufstellen. Ou seja, Colocação do Familiar, traduzido para Constelações Familiares, no Brasil.

Graças às suas pesquisas - nas quais descobriu uma relação entre as queixas de seus clientes e situações ocorridas em seus sistemas familiares - concluiu que padrões herdados dos antepassados podem afetar a vida dos descendentes.  Portanto, é preciso voltar ao passado, nas sessões de Constelação Familiar, para tentar encontrar os nós energéticos. Ou seja, situações que não foram bem resolvidas e que foram transmitidas aos descendentes, causando problemas como mágoas, inseguranças, angústias, tristeza, inadequação e ressentimentos, entre outros.

Fonte: Terapeuta José Maria Sampaio de Barros Neto - (11) 9.3000-3068/ (19) 9.9324-0970

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui


Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado? Clique aqui para ler

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de Milton Correia Junior - Jornalista - assessor de imprensa – Julho 2016

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
  • Perfil
  • Público alvo
  • Publicidade
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo