Corpo e Mente
No cinema: uma chance para relaxar...

No cinema: uma chance para relaxar...

Envolver-se nos bons momentos da vida



Final de inverno. O calor parecia estar voltando, trazendo um pouco o “abafado” de tantos dias neste país tropical. No cinema estava muito agradável, ainda mais naquelas poltronas incríveis de alguns cinemas de São Paulo e outras cidades, que simplesmente se transformam em quase uma cama.

Muito bem acomodada em uma destas poltronas (pensei até em comprar pipocas, mas não gosto muito...), eu aguardava o início do filme “Café Society”, produção e direção do famoso e brilhante Woody Allen.

O filme começou e se desenvolveu realmente maravilhoso, envolvente, repleto de emoções doces, algumas mais difíceis, quase dramáticas. Aconselho você a assistir. E aconselho principalmente, a esquecer TUDO que está acontecendo na sua vida pessoal-familiar-econômica-emocional, esquecer TUDO o que está acontecendo neste nosso pais. Erros, ignorância em todos os níveis, jogos de poder, ambição sem limites, impunidades, e por aí vai.... Esquecer também os problemas pessoais.... Sabemos muito bem o quanto eles nos incomodam, mais ainda quando a solução parece estar bem longe. Ou seja: coloque sua busca de equilíbrio emocional acima de tudo, entendendo o quanto tudo isto tem a ver com a nossa tão almejada e necessária evolução espiritual.

 Mas... falando um pouquinho mais sobre o filme. “Café Society”, é uma produção cinematográfica sem maiores pretensões intelectuais... naquele estilo filosófico, misturado aos detalhes do cotidiano, tudo muito bem explorado por Woody Allen. No entanto ele envolve, nos leva a uma época tão diferente desta que estamos vivendo agora. No meio de todo aquele luxo, de toda aquela superficial e romântica cidade do cinema, Holywood (onde a história acontece), esquecemos que estamos aqui tentando viver, tentando ser feliz, numa cidade tão difícil como São Paulo, e outras parecidas, um pouco melhores, um pouco piores.

Saímos do cinema com a alma leve. “O amor existe” pode ser doloroso, mas nem tanto assim. O “amor que não deu certo” não é realmente o fim do mundo, existem tantas outras metas, fantasias e sonhos para serem conquistados...

Mas, o mais importante acontece: esquecemos dos nossos problemas. Nos desligamos completamente dos noticiários incessantes das rádios e das TVs. Sequer compramos os jornais do dia. Se conseguirmos continuar resistindo, não vamos comprar também aquelas revistas semanais, tão perfeitas e tão completas nas noticias ruins principalmente. Parece que somente nestas, mesmo porque parece até que nada de bom consegue acontecer nesta fase em que vivemos.

Eu sinceramente, aconselho você a deixar um pouco, uma tarde inteira, um dia inteiro, toda esta dinâmica das noticias que nos envolvem continuamente, e literalmente se enfiar num bom cinema (não precisa ter poltronas que quase viram camas), e curtir um bom filme.

Depois do filme, dependendo do horário: um bom café e um delicioso pedaço de bolo, sem culpas. Com aquela alegria, aquele prazer permitido. Parece fácil tudo isto. Mas pense bem, há quanto tempo isto não tem acontecido? Vamos então, esquecer o pessimismo, as más notícias, o sensacionalismo com o qual a mídia se “viciou” e vamos para o cinema. Voltar a um outro tempo, outros conflitos, amores doces e verdadeiros que ainda nos fazem sonhar. Uma verdadeira terapia para enfrentar, sem “se contaminar”, estes tempos difíceis e angustiantes que estamos vivendo.

 Texto de: Juliana Bueno é jornalista e escritora. Seus mais recentes livros são: “Dores Ocultas” e “Passageiros da Nave Terra” (Besouro Box).Contato: julianabuenorbio@terra.com.br - Outubro 2016

 

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui


Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado? Clique aqui para ler

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: Juliana Bueno é jornalista e escritora. Seus mais recentes livros são: “Dores Ocultas” e “Passageiros da Nave Terra” (Besouro Box).Contato: julianabuenorbio@terra.com.br - Outubro 2016

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo