Corpo e Mente
Quando se faz um mapa astrológico?

Quando se faz um mapa astrológico?



O mapa astrológico é como o retrato do céu no momento do nascimento. Ali, estão contidas informações importantes sobre personalidade, comportamento, qualidades e defeitos, desafios e recursos , e a promessa de tudo aquilo que provavelmente iremos viver ao longo da vida. Vale ressaltar que o mapa contém promessas que podem ou não se desenvolverem.

Costumamos dizer que nem tudo que está em um mapa acontece de fato, mas sabemos, e cada vez mais, que tudo que acontece em nossa vida já estava ali, escrito pelos astros. Podemos pensar que o mapa contém um leque de opções, que seria o nosso destino, e que viver implica em fazer escolhas diante do leque que a vida nos apresenta. E se o mapa contém informações tão valiosas não apenas sobre nossa personalidade, mas também sobre nossos caminhos possíveis, podemos fazer um mapa a partir do momento que nascemos. Por isso, mães e pais podem ter o mapa astrológico de seus filhos desde que são bebês, recém-nascidos, momento em que o mapa também pode funcionar como uma espécie de guia que ajuda a tomar decisões tão importantes e cuidar melhor dessa criança que acaba de nascer.

Quando fazemos mapa de um bebê, vemos aspectos da personalidade, mas falamos principalmente sobre questões específicas de cada fase, sejam elas amamentação/alimentação, sono, saúde, brincadeiras, relação com pais e irmãos, e tantas outras questões que variam de aspectos comuns a todas as famílias e outros específicos de cada uma delas e também de cada fase. O ideal, para quem quer ter o mapa do seu bebê, é que ele seja feito o quanto antes. Apesar disso, cada fase é uma fase e o mapa pode ser repetido a cada momento, especialmente em fases de transições importantes, como em torno dos 3 a 4 anos, por volta dos 7, e depois no ingresso da pré adolescência e, finalmente, da adolescência, momento em que o mapa não é mais feito somente para os pais, mas também para o próprio adolescente.

A partir daí, começamos a fazer previsões mais objetivas e então o mapa pode ser feito e/ou repetido anualmente, até o fim da vida. Vale ressaltar, mais uma vez, que cada momento da vida é único, com suas especificidades e implicações, coletivas, geracionais e individuais. E como o mapa é bastante complexo, no sentido de ser completo e profundo, muitas são as possibilidades, que vão de interpretações mais genéricas, que abordam as diversas áreas e momentos de vida, a outras mais específicas, com foco vocacional, afetivo, familiar, profissional, escolha de datas e outras tantas. E isso também implica na possiblidade de mapas anuais ou em outros períodos, como por exemplo, análises mais focadas, ou em períodos mais curtos. E nesse sentido, o mapa, mesmo anual, também pode ser feito a qualquer momento, e não apenas próximo ao aniversário, já que o astrólogo pode focar as previsões para o período desejado, de um mês, um ano, ou ciclos até maiores, independentemente de ser ou não o início do ano astrológico daquela pessoa. Seja como for, o mapa é sempre um guia, que nos ajuda a identificar as possibilidades e caminhos possíveis,  com a indicação desafios que podemos encontrar pelo caminho, bem como dos recursos que temos para lidar e superar cada um deles. Especialmente por ser uma ferramenta de autoconhecimento.

E você, já fez seu mapa alguma vez? Ou quando foi a última vez?

É sempre possível fazer de novo, seja para aprofundar o que já foi visto, para renovar o período de previsões e/ou para focar em algo específico. Porque a vida sempre pode ser melhor quando temos um mapa que nos ajuda a identificar o melhor caminho a seguir.


Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui  

Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado? Clique aqui para ler

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2017
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: Titi Vidal - Astróloga - (11) 3255-5068 - www.titividal.com.br - Jornal O Legado - Abril 2017

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
  • Perfil
  • Público alvo
  • Publicidade
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo