Corpo e Mente
A intolerância dos religiosos

A intolerância dos religiosos


Desabafo... Sobre a morte de Stephen Hawking



Como a maioria aqui já deve saber, recentemente “perdemos” um grande homem, refiro-me a Stephen Hawking, que muito contribuiu para as nossas buscas de conhecimentos. Contra alguns diagnósticos, que diziam que ele morreria bem jovem, viveu um tempo bem razoável, se consideramos o que foi proposto acerca de sua saúde. Ele jamais se fez de forma alguma de vítima de nenhuma circunstância, mesmo com suas limitações físicas, conseguiu produzir muito mais que quase qualquer crítico de plantão!

Pois bem, no dia de sua morte, 14 de março de 2018, fiquei bem triste e introspectivo, busquei pelas comunidades, grupos e páginas no facebook, além de fora dele, para compartilhar um pouco sobre a vida desse grande cientista... eis que me deparei com incontáveis comentários extremamente preconceituosos, segregadores, discriminatórios e absurdamente desrespeitosos, feitos por pessoas que se dizem religiosas. Vou deixar abaixo, sem nomes ou origens, alguns desses como exemplo:

- “Ótimo que tenha morrido, como era ateu, agora vai para o inferno!”

- “Agora irá descobrir que só existe um cientista no mundo: Deus.”

- “Que arda eternamente nas profundezas das chamas do esquecimento!”

- “Deus já o havia castigado quando deu início em seus estudos, por tentar explicar ou compreender, aquilo que não é da alçada dos homens, o tornou aleijado, mas ele insistiu...agora foi punido com a morte!”

- “Quem não segue a bíblia, merece sempre uma morte lenta e dolorosa...”

Esses, foram apenas alguns que eu selecionei rapidamente, mas o ódio de alguns religiosos, parece realmente não ter fim... vejam não estou aqui julgando ninguém por suas crenças e ou filosofias, sabemos claramente que muitos são os caminhos para se alcançar conhecimentos, inclusive não posso conceber que pessoas sejam atacadas por pensarem e ou crerem de forma diferente, fiquei estupefato com as atitudes de uma porcentagem de pessoas claramente seguidoras e influenciadas por religiões e ou doutrinas religiosas.

Que Amor é esse pregado em algumas religiões e praticado por algumas pessoas, onde o livre raciocínio e o direito intrínseco que cada ser humano possui de crer e ou pensar livremente, é assim apresentado?

Onde está a compaixão daqueles que se dizem seguidores de conceitos que deveriam pregar a igualdade, a irmandade, a ligação com as diversas possibilidades e interpretações, do que venha a ser algo considerado como divino?

Onde está o tal livre arbítrio tão ensinado em comunidades religiosas? Então temos o direito livre de pensar, desde que seja segundo as correntes filosóficas religiosas e seus dogmas?

Porque é que pessoas que não estão dispostas à se submeter à essas filosofias e compreendem que existem outros caminhos, são atacadas dessa maneira e sumariamente discriminadas?

Infelizmente ao que parece sob alguns aspectos, vivemos ainda há muitos milênios atrás... não apenas em um momento regresso, onde alguns na ânsia de justificar seus atos e atitudes às vezes egoístas, seus ideais, ideias, necessidades, demandas, desejos e conceitos, começaram a fomentar divindades criadoras e religiões e a olhar para o céu, buscando dias melhores... mas nos dias de hoje também!

Tempos melhores vieram, hoje temos uma boa gama de tecnologias, inclusive várias relacionadas a esse momento em que nos comunicamos por aqui: (energia elétrica, computadores ou dispositivos móveis, internet...), remédios, cirurgias, conhecimentos diversos não apenas em áreas científicas humanas, mas também biológicas e exatas. Isso, o homem conquistou por conta própria, até que se prove o contrário, não foi dado por nenhuma divindade.

Hoje sabemos que aquele corpo celeste, enorme perante nós, luminoso e que emana energia incessantemente, também não é um deus, é uma Estrela. Hoje sabemos que pequenos corpos e ou fragmentos de rocha, passam por nossa atmosfera quase todos os dias, são chamados Meteoros, não são anjos, não são espíritos, nem a vontade de nenhuma divindade enviando castigos celestes contra nós. Hoje sabemos que tsunamis, terremotos, furacões... são fenômenos atmosféricos ou geológicos, hoje sabemos que doenças são causadas de forma geral por vírus, bactérias ou mutações genéticas, não são punições provenientes de divindades... hoje sabemos muito mais do que sabíamos há milênios atrás, mas a intolerância quanto à liberdade de expressão, quanto ao livre pensamento e filosofia, continua tão enraizadas em algumas pessoas e ou comunidades religiosas, que o que vemos é a morte. Essa, continua sendo justificada por ideais e conceitos religiosos e praticada em nome de muitos pseudo deuses!

O mais interessante é que quando de ataques completamente covardes e nojentos, praticados por muitos religiosos e fomentado por diversas religiões, o local buscado por esses mesmos, para a cura de suas feridas, não são igrejas, templos, mesquitas, sinagogas, são HOSPITAIS. Que se saiba e se possa provar através de dados quantizáveis e “qualitáveis”, ninguém pode sobreviver a um atentado terrorista, praticado por células religiosas, apenas orando, mas em centros científicos de saúde, muitos já foram salvos.

Falar em deus, também se aplica em falar em teorias... aliás devem existir mais religiões e teorias sobre deus e ou deuses, que teorias científicas... é interessante a ignorância e a completa falta de informação histórica, geográfica, sociológica, arqueológica e antropológica de muitos religiosos... quando me falam em deus, sempre me pergunto: Qual deles? De qual “estória” estamos falando? Da série política e monoteísta criada sumariamente para encobrir milhares de anos anteriores, onde haviam panteões de pseudo deuses, ou desse mesmo deus único, criado em acordos e conchavos político sociais? Estamos então falando em teorias filosóficas religiosas que remontam aos panteões de pseudo deuses sumérios, egípcios, gregos, romanos, indianos, nórdicos, americanos e muitos outros, ou estamos falando em deuses únicos, unificados politicamente para se criar livros, considerados por muitos como sagrados e que até hoje criam guerras, segregação, preconceitos, discriminação, inclusive em seus próprios núcleos...

Enquanto aqueles que dedicam suas vidas para buscar conhecimentos factíveis e que podem de forma direta e resoluta melhorar e avançar nossas vidas sociais, mas que não dependem de instituições ou dogmas religiosos, ainda são vistos como pessoas perdidas, ou mesmo vis e más, ou merecedoras dos piores castigos possíveis... o controle político estabelecido há milênios atrás, disfarçado e praticado por religiosos, continua a ditar parte das nossas regras sociais.

Outro fator interessante é que esses próprios livros, considerados sagrados, de forma geral, não pregam a intolerância, o ódio, a guerra... alguns é claro, outros pregam e de forma veemente, mas as pessoas que os seguem, parecem preferir interpretá-los dessa maneira... Esse é um exemplo muito prático, dos conceitos de deus, de perdão, de gratidão, do Amor Incondicional, presente nos corações e mentes de alguns religiosos, em pleno 2018.

Desculpem o desabafo, mas infelizmente, algumas pessoas e religiões parecem seguir seus próprios caminhos de intolerância, ódio racial e social e de quebra, não contribuem em nada com nossas sociedades atuais, pelo contrário, apenas mostram, mesmo depois de milênios, que ainda precisamos evoluir muito nossas consciências.

Somos uma jovem espécie, crianças engatinhando no escuro, um breve instante perante a existência do Universo. Todos queremos fazer parte de algo maior e ao menos culturalmente, temos a necessidade direta de acreditar que não estamos sozinhos, mas ainda melhor que acreditar, é saber. Não temos mais a necessidade de ficarmos de joelho, perante o desconhecido, não temos que temê-lo, ou mesmo fomentar teorias e filosofias, apenas para que nossas vidas fiquem mais confortáveis aqui, ou em possíveis outros locais para onde podemos ir depois da morte! Temos mesmo é que encará-lo em pé, com respeito, ética, coragem e inteligência.

O cosmos é uma espécie de “organismo” interligado de consciências, intenções e possibilidades. Somos todos um.

Texto colaboração de Rodrigo Stenio Coltro  - Adestrador de cães, consultor técnico de projetos científicos, astronomo, físico, pós graduado em marketing e especializações técnicas em astrofísica e cosmologia  - contato: dhagmax@hotmail.com - Jornal O Legado  - Abril 2018

 

 

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui


Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado? Clique aqui para ler 

 

Você já leu a edição do mês passado do Jornal O Legado? Clique aqui para ler 

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto colaboração de Rodrigo Stenio Coltro - Adestrador de cães, consultor técnico de projetos científicos, astronomo, físico, pós graduado em marketing e especializações técnicas em astrofísica e cosmologia - dhagmax@hotmail.com - J.O Legado - Abril 2018

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo