Corpo e Mente
Hatha Yóga e os profundos segredos das práticas

Hatha Yóga e os profundos segredos das práticas

Hatha Yóga XXXVI



No capítulo anterior, abordamos os sonhos, as esperanças e a realidade que cerca a vida das pessoas. E em especial, o que tudo isto envolve no seu cotidiano e na sua vida. Neste atual, vamos tratar sobre alguns aspectos conhecidos do Hatha Yóga, as chamadas visões interiores e os seus desdobramentos mais profundos.

Primeira visão interior - Reconhecendo e eliminando o perigo oculto

A maior parte da dúvidas, dores ou até dos sofrimentos e alegrias, prazeres e felicidades das pessoas, são de origem sutil ou então, eletro energéticas. Todavia, tais energias são acumuladas na vida - e no Arco da Existência - por meio de somatizações karmicas, que as pessoas, de forma inconsciente, vão acumulando nesta e em outras vidas. E, são essas mesmas diferentes formas de energias, que lhe trazem emoções confusas, desequilíbrios, depressões diversas, diabetes, cânceres, tuberculoses e várias outras doenças.

Porém, a cura existe, independente de tratamentos médicos de diferentes naturezas. Pois a cura física, tem que ser precedida pela cura interior. E a cura interior, também é uma cura energética. Mas, antes de tudo, é necessário que as pessoas tomem consciência desse processo karmico existencial!

Segunda visão interior - As sadhanas e as energias prana, ojas e tejas

Essas três poderosas formas sutis de energias - junto com outras - sustentam grande parte da vida. E são intimamente interligadas e funcionam em perfeita sincronicidade e harmonia. Todavia, o desequilíbrio de uma delas, pode levar ao desequilíbrio das outras.

Prana, dá movimento à alma, Atman. Ojas, dá alento à alma. E tejas, dá vibração à alma.

Prana dá também a força vital. Ojas contém toda a memória cósmica de partículas de luz. E tejas, produz a harmonia das partículas de luz.

Prana é responsável pela respiração e pelas memórias e vislumbres nelas contidas. Ojas é responsável pelo nosso corpo psicofísico, pelos seus pulsares e pelos seus distintos ritmos. Tejas é responsável pelas nossas transformações e mudanças interiores. Por todo esse complexo sistema fenomenológico esta tríade é inseparável e determina nossos processos de práticas ou sadhanas.

Terceira visão interior - O caminho para a iluminação ou samadhi

O planeta, a natureza e os seres, movem-se de acordo com o movimento das energias cósmicas. A respiração segue estes ritmos cósmicos. E os canais sutis - Nadis ou Srotas - Ida, Lunar e Pingala solar de uma pessoa saudável - seguem esses processos.

Ida, situa-se do lado esquerdo dos corpos e Pingala, do lado direito. Ambas começam na região do anus e terminam no centro da testa, sobem formando arcos entrelaçados. Ida carrega - entre outras - a energia lunar. Pingala carrega - entre outras - a energia solar. Ida é mais ativa durante a noite e, Pingala é mais ativa durante o dia. A energia lunar, atua no lado esquerdo do corpo psicofísico. A energia solar, atua no lado direito do corpo psicofísico. Ambas tem por função, controlar e facilitar os diferentes movimentos internos. E, do equilíbrio de ambas, depende nosso equilíbrio interior e nossa saúde. A nossa respiração passa por alterações sutis, a aproximadamente cada duas horas por dia. Onde um canal respiratório ou o canal sutil correspondente a cada polo ou lado, tem predominância sobre o outro, havendo a inversão do potencial - ou volume - das correntes prânicas solar e lunar.

No campo físico, esse processo é chamado Rinite Alternada. E o mesmo, é inerente à própria natureza no seu conjunto, algo natural.

Uma das metas fundamentais das Sadhanas ou práticas, é buscar um possível equilíbrio constante entre as variações das duas correntes de energia: a solar e a lunar. De tal forma que ambas sempre tenham a mesma intensidade. O que nos levaria a um profundo estado de felicidade e harmonia interior. Uma espécie de “Caminho para a Iluminação ou Samadhi”. Daí, no Hatha Yóga, a total necessidade de Abhyasas, práticas constantes dos pranayamas, os exercícios respiratórios.

Quarta visão interior - A testemunha silenciosa e a sadhana

Quando as pessoas seguem um sistema simples ou um programa de práticas semanais ou Hatha Yóga Sadhanas, aos poucos, tudo vai se acalmando interiormente e, brotando um silêncio amoroso, Mouna Rati, que traz plenitude e alegria interna, Mangalam.

Este processo produz milagres intensos, cujos resultados se traduzem tanto na cura ou eliminação de doenças somatológicas profundas, emocionais, nervosas ou até psíquicas. Todavia, ocorre também a cura de muitas doenças energéticas que se manifestam como doenças físicas. Com o tempo e com a Sadhana, todo o organismo, com sua complexa rede de componentes, vai se harmonizando e o sistema imunológico se auto fortalece e elimina processos de doenças, os quais são curados completamente.

Até mesmo as doenças advindas de pensamentos, emoções e sentimentos, vão se diluindo em um oceano de serenidade interior, Sat Chit Ananda. E disto, surge uma visão diferente de mundo onde o/a praticante consegue ver toda a luz brilhante e resplandecente do universo. Porém, para que isto ocorra, ela precisa se permitir tal milagre tão precioso. O milagre da volta à origem de tudo, a volta ao princípio, à Divina Origem da Criação.

Quinta visão interior - Dris - existe um caminho fácil?

Para facilitar as práticas do Hatha Yóga ou Sadhanas, há alguns agentes facilitadores. Atenção...
A princípio, um dos pontos principais - entre outros - é a mudança de pensamentos, a eliminação de pensamentos velhos e repetitivos. E a substituição constante deles, por pensamentos novos e construtivos.

Da mesma forma, a mudança de sentimentos, a eliminação de sentimentos opacos e pesados, desgastantes, tristes ou rancorosos. E a substituição constante deles, por sentimentos novos, leves, fluídos, alegres e doces.

Também, a mudança de vocabulários e expressões pesadas, substituindo as mesmas, por expressões leves, alegres, felizes e divertidas.

Se necessário, mude até mesmo seus hábitos ou vícios alimentares. Busque a leveza, busque o que é saudável e que pode produzir bem estar interior.

Sexta visão interior - Buscando o silêncio salvador - Mouna

Quando suas práticas de Hatha Yóga já estão mais estabilizadas, é o momento de buscar o silêncio salvador, Mouna.

O universo todo encerra em suas partículas quânticas de luz, campos mórficos de memórias, que se comunicam constantemente por meio de ressonância mórfica. São “partes” destas memórias, que quando compartimentadas ou fracionadas, dão origem ao que - em menor ou maior escala - chamamos de “nossas memórias”. Pois na realidade, tudo existe ao mesmo tempo. Porém, por uma compreensão distorcida, criou-se o mito do passado, presente e futuro.

Daí a necessidade periódica, da prática de Mouna, o silêncio salvador. Uma prática iluminada, que nos traz de volta a visão interior da paz mais profunda, do equilíbrio mais sutil e da harmonia mais restauradora da vida e da sua plenitude. Não há mistério algum, nem é preciso um local especial para se praticar Mouna. Basta sentar-se em qualquer postura confortável do Hatha Yóga, em um local adequado, fechar os olhos suavemente, respirar de forma lenta e profunda somente pelas narinas e prestar atenção na respiração. Com o passar do tempo, por meio dessa prática, obtemos a paz mais profunda e o silêncio salvador.

Sétima visão interior - Recebendo a graça divina - Buddhi Daivam

Você não precisa ficar indo de um lugar a outro, correndo tolamente, para encontrar a Graça Divina, Buddhi Daivam!

Pois, o Oceano de Luz e Felicidade, reside no seu próprio interior. Então, é preciso que ao invés de correr para cada cursinho que encontra no seu ópio-celular, pare, sente-se, feche seus olhos-cérebro agitados e, busque dentro de si - Aham - a mais pura visão interior, verdadeira, legítima, genuína. E mais que tudo isto Divina. Pois em verdade vos digo, ela está ai !!!

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui

Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado? Clique aqui para ler 


Você já leu a edição do mês passado do Jornal O Legado? Clique aqui para ler
 

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto colaboração de Claudio Duarte - Doutor em Yóga, Delhi/Índia - Fundador da Universidade Aberta de Yóga - Unesco member / PACY member - (11) 3288-8860 - Maio 2018

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo