Corpo e Mente
Um problema crônico pode sinalizar algo bem maior

Um problema crônico pode sinalizar algo bem maior



Sabe aquele problema crônico que teima em dar o ar da graça? Pois, segundo os especialistas da Biointegral Saúde, ele pode significar algo maior que seu corpo está querendo dizer! Sergio Bastos Jr, fisioterapeuta especializado em Microfisioterapia, explica: “nosso organismo é uma máquina fantástica e tudo que nos acontece é percebido por ele, de várias maneiras. Uma delas é a memória celular, que capta informações de situações diversas e as registra, da mesma forma que guardamos memórias no cérebro, com a diferença de que aquelas registradas nas células não são lembradas com imagens e sensações, mas são sentidas no corpo, por meio de dores, doenças, ou então em comportamentos que não são facilmente explicados, como um sono problemático ou um medo inexplicável”, lembra ele.

Segundo ele, quando os sintomas são leves e não chegam a nos tirar a paz, ou então se estão muito conectados com a vida que levamos, sempre com pressa e muito atarefados, acabamos não prestando muita atenção. “Como uma dor de cabeça crônica, por exemplo. Um ou dois comprimidos e o mal-estar já se foi, mas para voltar ao primeiro sinal de estresse ou mesmo sem uma causa facilmente detectada. Mas, ocasionalmente, lá está a dor. E acreditamos ser normal e seguimos medicando o sintoma, especialmente quando exames médicos não encontram uma explicação”, enfatiza Sergio.

E aí, nos perguntamos: mas, se não aparece em um exame médico, não é grave, certo? Errado. Quem explica é Fresia Sa, também fisioterapeuta especializada em Microfisioterapia e sócia de Sergio na Biointegral Saúde: “uma dor crônica, um problema sem solução, um mal-estar, falta de sono, de apetite, ou muito apetite, ou desinteresse pelas tarefas do dia-a-dia, todos são sintomas graves que podem indicar uma memória traumática ou um processo de crença limitante que simplesmente impede que você seja… você mesmo!”.

Ela lembra: “mesmo que possamos lidar com a dor no dia-a-dia, aliviando ou até mesmo eliminando com algum medicamento, ela vai retornar, porque o problema está lá, aguardando para ser encontrado”. Para os especialistas, a saída é chegar no âmago da questão, entender de onde vem esse processo de dor ou doença, que situação ou emoção é a causadora, para que possa, então, ser eliminada. “Não precisamos viver com dor! E não temos, também, que viver dependente de medicamentos, quando é possível encontrar a causa efetiva de um problema, e buscar a cura!”, finaliza Fresia.

Fonte: Fresia Sa e Sergio Bastos Jr, fisioterapeutas da Biointegral Saúde - contato@biointegralsaude.com.br

Participe do grupo do Jornal O Legado no Facebook - clique aqui

Você já leu a edição deste mês do Jornal O Legado? Clique aqui para ler 


Você já leu a edição do mês passado do Jornal O Legado? Clique aqui para ler
 

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: Planta e Cresce – Maio 2018 – Jornal O Legado

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo