Corpo e Mente
O poder do amor

O poder do amor

 

Um covarde é incapaz de demonstrar amor; isso é privilégio dos corajosos.
 Gandhi

Se algum de vocês (Deus o livre e guarde), amigos leitores, contraísse uma doença considerada incurável (como a AIDS, por exemplo), que fatalmente o levará ao túmulo, e ficasse sabendo que existia um médico que o curaria completamente, não iria correndo procurá-lo?
Bem, vamos mudar o tempo verbal desta conversação e “afirmar” que esse “médico” existe e que pode lhe libertar de todos os males, tanto físicos como mentais e resolver todos os seus problemas.
“Vinde a mim, vós que andais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei”. Não será esta promessa um convite pessoal do Divino Médico, o Amor?
Acredite, minha amiga e meu amigo, que alguém que tentou o emprego do Amor para resolver os problemas da vida, disse: “Opera como por encanto. É um preservativo contra o fracasso, contra a doença, contra a infelicidade, e traz consigo a prosperidade a saúde e o sucesso”.
Se os que vivem em constante discórdia se dispusessem a experimentar o emprego deste meio, mesmo durante um curto espaço de tempo, com certeza nunca mais desejariam voltar a viver como antigamente, nunca mais poriam em prática o velho método de brigar, de discutir, de ser ciumento, impaciente, exigente e perfeccionista, de ter ódio ou carregar ressentimentos.
Por que, então, não experimentar? O Amor ocupa-se de tudo o que é belo, puro, verdadeiro e valioso; não carrega remorsos, nem causa tristeza; é puro como a vida de uma criança.
Empregue o Amor em tudo o que fizer, porque ele contém o segredo da felicidade.
Se sofremos de uma grave doença, se somos pobres e contrariados, se temos sede de justiça ou somos perseguidos, quer seja ou não merecido – uma dessas inumeráveis causas que enchem o mundo de miséria e desgraça – devemos escutar o chamado do Amor e agradecer ao divino convite: “Vinde a mim, vós que andais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei”.
O pensamento moderno dá um novo significado a este convite, aplicando a todos os problemas humanos as palavras do Mestre que não estabeleceu restrições para o seu convite, que é a voz do Divino Amor, despertando-nos, chamando-nos: “Vinde a mim, vós que andais cansados e oprimidos; vos libertarei da escravidão do vosso trabalho e o substituirei pelo trabalho realizado com Amor. Vos libertarei do medo que vos faz escravos, da ansiedade e da preocupação que vos diminui as faculdades e faz de vós um anão em vez de um gigante que poderias ser”.
Quando vocês tiverem as aspirações obstruídas, o ideal humilhado, as esperanças iludidas; quando se sentirem isolados, sem amigos ou parentes, contem com ele - o Amor - pois ele é a grande alavanca do mundo, sua única esperança.
O Amor não critica, não julga, não castiga, não exclui, não despreza. Do maior criminoso, ao pecador mais infeliz, diz unicamente: “Vai e não peques mais”. Esta é a sua única sentença.
Os processos do Amor são os processos de Krishna, Buda,Zoroastro, Maomé,  Gandhi, daquele que disse: “Amai a vossos inimigos, bendizei  os que vos maldizem...”.
O Amor é a única força universal que pode dizer: “Sou a força maravilhosa que tornou possível a civilização; trouxe a raça humana do seu estado inferior ao estado atual de progresso; sou o poder que permite aos seres humanos, de temperamentos tão diversos, viverem na paz e na harmonia, que faz o luar tão belo e que torna o homem capaz de descobrir o seu real valor e que transforma o ser brutal, analfabeto, em um marido e um pai terno, afetuoso e amante”.
A missão do Amor na Terra consiste em auxiliar, curar, reanimar, levar o conforto e a felicidade a cada um dos filhos de Deus. Ele é o Bom Samaritano que cura as feridas do ser egoísta, do indiferente e daquele de coração duro. Ele é a grande Lei fundamental do progresso, a verdade que nos dará a libertação. Ele é a essência de toda a verdadeira religião, de tudo o que tem valor dentro de cada crença. Ele é o espírito dos Iluminados, a Regra do Ouro. Ele é a força que une a humanidade numa grande solidariedade cooperativa.
É o grande fabricante de milagres da história mundial, aquele que enobrece o ideal, quem tira à existência a sua vulgaridade, quem ajuda os homens a serem e a fazerem, em vez de tomarem e guardarem.
É o mensageiro sagrado que nos deram na hora do nascimento, para nos fazer companhia durante toda a vida, a fim de ser nosso conselheiro, protetor, guia e amigo. Se andarmos desviados dele, se estivermos perdidos no caminho da vida, devemos voltar, pois o Amor nos dará força para recomeçarmos e tornarmos a ser o ser humano que Deus quer que sejamos, pois a vida com Amor é muito mais fácil de ser vivida.

 

Professor Carlos Rosa: Contato: (11) 5584-7378

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: Prof. Carlos Rosa

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo