Corpo e Mente
Vencendo os obstáculos

Vencendo os obstáculos

 

Um renomado cientista disse que todas as vezes que se lhe deparava um obstáculo aparentemente insuperável, sabia que estava preste a fazer uma grande descoberta.
O fracasso tem sido, normalmente, o fator de êxito de muitas pessoas, porque estimula as energias latentes do fracassado, aviva as idéias desanimadas e desperta as adormecidas.
Os seres humanos resolutos (aqueles que não se dão por vencidos), transformam os obstáculos em seus aliados, assim como a ostra transforma em pérola o grão de areia que a incomoda.
Aquele que se dedica, desde a juventude, ao seu objetivo, estudando e trabalhando com afinco, terá a certeza de triunfar na vida mais segura e rapidamente do que aquele estudante preguiçoso, sem qualquer vislumbre do futuro, só pensando em divertimentos e em gastar dinheiro.
Talvez, meu amigo leitor, você não tenha tido oportunidades de testar ou mesmo praticar a arte do sucesso; talvez você seja ou foi um trabalhador humilde, sem muitas chances e com poucos estudos; talvez jamais lhe passou pela cabeça ser rico; talvez você ainda não acredite que pode ser rico; talvez você esteja pensando: “Como é que eu vou ficar rico somente lendo este artigo?”. Bem, está na hora de você acordar e acreditar – você pode ser rico ou continuar pobre – depende exclusi-vamente de você.
A pobreza e a humildade de origem podem por vezes nos retardar o progresso; mas essa condição deverá servir para acumular a energia necessária, exatamente como as águas represadas de um rio, as quais, com o aumento do volume, adquirem a energia suficiente para destruir o obstáculo que se coloca no seu curso. Tanto pobreza como humildade jamais foram obstáculos para aqueles espíritos resolutos; pelo contrário, muitas vezes estimulam o preguiçoso, dão saúde ao corpo e vigor ao espírito.
A planta que, para germinar, tem de vencer a resistência de um terreno pedregoso, terá, mais tarde, quando se elevar ao ar livre, maior vigor para resistir nos embates dos vendavais e intempéries.
Sobre isso, O. S. Marden nos diz: “Sã filosofia encerra o mandamento religioso de ‘amar os inimigos’, porque, afinal, eles são amigos dissimulados que nos lançam a verdade na cara, em contraposição às lisonjas e adulações dos que se dizem amigos. O insulto, a ironia, o sarcasmo e o desdém são espelhos que nos refletem com extraordinária fidelidade”.
Um ser humano resoluto, daqueles que são talhados para a vitória, mostra no rosto o seu destemor e segundo a opinião de um filósofo da Antiguidade: “Não existe espetáculo mais maravilhoso nem mais interessante que o de um homem de bem lutando contra as adversidades da vida”.
As pessoas íntegras de caráter são como as palmeiras: quanto mais são maltratadas, tanto mais se elevam. O ser humano que aproveita o fracasso como lição, torna-se invencível. O fracasso, tomado como exemplo, fortalece os temperamentos heróicos, que com certeza vencerão todas as adversidades. Os obstáculos fazem despertar qualidades de valor e engrandecem o espírito humano.
A prisão, por exemplo, tem despertado o fogo sagrado em inúmeros espíritos nobres. Na cadeia escreveram, entre outros: Graciliano Ramos, Memórias do Cárcere; Cervantes, o imortal Dom Quixote; Martinho Lutero traduziu a Bíblia; Dante compôs no exílio a Divina Comédia e Camões, a epopéia Os Lusíadas, quando circunstâncias adversas o levaram à Índia.
Muitos homens só se conhecem a si mesmos quando perdem a fortuna.
Edmundo Burk nos fala com propriedade: “A adversidade é um instrutor severo que nos dá quem nos conhece e ama muito mais e melhor que nós nos conhecemos e amamos. O nosso adversário tonifica os nossos nervos e aumenta a nossa capacidade. O nosso adversário é o nosso auxiliar. A luta com a dificuldade põe-nos em relação com o nosso objetivo e obriga-nos a examina-lo sob todos os seus aspectos. Não permitirá que sejamos levianos”.
Alguém disse que a adversidade irrita os insensatos, amedronta os ricos e desanima os covardes; porém, aviva a imaginação do prudente e trabalhador, dá ao humilde condições para desenvolver toda a sua capacidade e transforma o preguiçoso em trabalhador. As tempestades da adversidade, como as do oceano, fortalecem as qualidades do marinheiro.
O genial músico alemão Beethoven nos diz: “Ainda não se levantaram os muros que digam ao homem de talento e coragem: daqui não passarás”.
É claro que os obstáculos sempre existirão na sua vida, e isso é bom! Sem eles o ser humano ficaria indolente, seu cérebro se atrofiaria, o corpo perderia a musculatura e ele se entregaria à ociosidade, ao vício, à morte.
Precisamos de obstáculos, de metas aparentemente impossíveis de conseguir, e a esse respeito recorremos ao grande general Napoleão: “Impossível é o adjetivo dos incompetentes”.
Eu não sei a sua idade, se é homem ou mulher, ou mesmo se tem algum defeito físico ou se é pobre ou desempregado. O que eu sei é que você se quiser, com certeza triunfará. Porém, não espere por ocasiões especiais, por aquele aumento prometido pelo patrão, ou mesmo que alguma circunstância lhe faça mexer os pés; não espere por nada, decida-se agora, já!
O filósofo francês Sartre nos diz: “Agora não importa o que fizeram de ti, mas o que você vai fazer com o que fizeram de ti”.
Um velho provérbio indiano diz que: “Melhor que os ignorantes são os que lêem livros; melhor que estes são os que retêm o lido na memória; melhores ainda são os que entendem o que leram; mas os melhores de todos são os que começam a agir”.
Existe uma verdade de que a Natureza deixará de lado, impiedosamente, tudo o que existe em nós e se opuser ao desenvolvimento pleno das faculdades. Nos tirará as riquezas, humilhará o nosso orgulho, destruirá nossa ambição, nos reduzirá à pobreza obscura e nos submeterá por todos os meios, para fortalecer o nosso caráter.
O fortalecimento do nosso caráter é a arma mortal que devemos empunhar quando nos defrontamos com a adversidade, com os obstáculos. Com certeza você vencerá!

NOTA: Este texto foi transcrito e adaptado do livro “Como Enriquecer Honestamente”, do mesmo autor.

 

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2018
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4411-6380

Autoria

Texto de: Prof. Carlos Rosa

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4411-6380

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo