Corpo e Mente
Rapidinhas
JORNAL EXCELSIOR sucessor do Jornal O Legado (11) 4418-6150
IAOL EDITORA
CORPO E MENTE (11) 4418-6150
JORNAL EXCELSIOR (11) 4418-6150
Hatha Yóga e os sete ritos especiais da saúde

Hatha Yóga e os sete ritos especiais da saúde


Introdução

No capítulo anterior, abordamos – a priori – um termo que vem sendo utilizado ao longo dos últimos tempos, no sentido de confundir a sociedade e, criar forte valor comercial. Ou seja, elevação de preços não só em equipamentos eletrônicos, mas também em veículos das mais diferentes categorias e mesmo em parafernálias que são programadas para atender a comandos específicos. O termo a que nos referimos é “a inteligência das coisas”.  

Chamamos o termo de falso, pois tais tipos de coisas não tem inteligência de4 espécie alguma, são apenas equipamentos pré-programados por especialistas, para cumprirem determinadas funções.

Todavia, ponderamos nossa colocação, esclarecendo que a verdadeira inteligência das coisas, esta na própria natureza, como por exemplo, os ciclos solares, os ciclos lunares, os equinócios, as estações, a inteligência cíclica da fauna e da flora e também a inteligência das pessoas.
Mais adiante, tratamos sobre como as práticas corretas do Hatha Yóga, podem afetar de forma positiva a inteligência das pessoas. E desta forma, tais resultados trazerem grandes transformações benéficas para a vida das mesmas, como para a vida das pessoas ao seu entorno e mais ainda, ao ambiente em que estão inseridas, sob todos os aspectos.

Neste capítulo atual, aprofundando a visão daquele anterior, vamos aprofundar a mesma, oferecendo detalhadamente, sete ritos ou arquétipos especiais voltados para a saúde e o bem estar das pessoas que os praticarem, a partir de um programa simples que vamos propor.

Hatha Yóga e os sete ritos especiais da saúde

Desenvolvimento – um programa simples diário

Para iniciar este programa, não é necessário nenhum tipo de experiência anterior.

Só é preciso que as pessoas que forem dar início ao mesmo, em seu lar ou em outro local, tenham um espaço adequado onde possam realizar tais ritos diariamente, durante um ciclo de três (3) meses, compostos por doze (12) semanas.

Orientações necessárias

O horário para a realização dos mesmos, deve ser de acordo com as possibilidades de cada um. E, não importa, se pela manhã, à tarde ou à noite.

O período ou tempo de realização de cada rito, para facilitar, será adequado em tempos respiratórios.

Por exemplo, sete (7) tempos de inspiração e expiração serena, longa e profunda, somente pelas narinas para cada um dos sete ritos. Sem nenhum tipo de pressa ou preocupação.

O local onde irá realizar os mesmo, se possível deve ser arejado, silencioso e higiênico. Caso o piso do local seja frio, deverá forrar sobre o mesmo um edredom para evitar o contato com o solo.

Antes de iniciar, observe se não é necessário ir ao toalete. Para as práticas, utilize roupas largas e confortáveis. Também evite praticar logo após as refeições.

Por fim, desligue e mantenha distante qualquer tipo de aparelho eletrônico – tipo celular – que utilize diariamente.

Vamos às práticas dos sete ritos

Rito ou arquétipo I


Como fazer

Sente-se confortavelmente, conforme exposto no desenho número um, relaxe, feche os olhos e devagar, inspire e expire de forma profunda e serena exclusivamente pelas narinas, por sete vezes.

Neste período vá se soltando do interior para o exterior, calmamente, de dentro para fora e apenas prestando atenção na sua inspiração e expiração.

Lembre-se de algo muito especial a cada uma das sete etapas práticas do rito:- o processo respiratório, além de ser calmo, sereno e profundo, deverá internamente, lá nos pulmões, começar reverberando/movimentando delicadamente os ombros, a clavícula, o trapézio e as escápulas, chegando até a região pélvica.

Benefícios

A inspiração vai causar uma harmoniosa expansão de dentro para fora. Ao passo que a expiração, vai causar uma contração de fora para dentro, naturalmente, sem nenhum tipo de esforço de espécie alguma. Todo o processo respiratório será natural, espontâneo, leve, livre e alegre.

Rito ou arquétipo II


Como fazer

Concluída esta primeira etapa, agora conforme exposto no desenho número dois, calmamente deite-se com ambas as pernas ligeiramente erguidas do solo.

Evite qualquer tipo de tensão ou rigidez e se for necessário, pode colocar ambas as pernas no solo, e após com o tempo de práticas, terá condições de elevar as mesmas.

Os olhos sempre vão ser mantidos fechados suavemente em todas as sete (7) etapas.  

Devagar, inspire e expire de forma profunda e serena exclusivamente pelas narinas, por sete vezes.

Benefícios

Observe como todo o seu organismo vai se soltando e se relaxando de dentro pra fora.

Novamente, vá se soltando do interior para o exterior, calmamente, de dentro para fora, com espontaneidade e com naturalidade. Apenas preste atenção na sua inspiração e na sua expiração.

Rito ou arquétipo III


Como fazer

Concluída a segunda etapa, agora conforme exposto no desenho número três, calmamente vá elevando ambas as pernas até formar um ângulo de 90 graus em relação ao corpo.

Benefícios

Nesta etapa, causará uma leve rigidez benéfica, tanto no assoalho pélvico dos glúteos quanto das coxas, o que irá fortalecer as mesmas e causar uma suave correção postural.

Devagar, inspire e expire de forma profunda e serena exclusivamente pelas narinas, por sete vezes.

 Pode ser que no início, haja algum grau normal de dificuldade, mas com o tempo vai desaparecendo naturalmente.

De novo, vá se soltando do interior para o exterior, calmamente, de dentro para fora, com espontaneidade e com naturalidade.  Apenas preste atenção na sua inspiração e na sua expiração.

Rito ou arquétipo IV



Como fazer

Concluída a terceira etapa, agora conforme exposto no desenho número quatro, calmamente vá dobrando ambos os joelhos e trazendo os mesmos devagar até próximos ao abdômen.

Benefícios

Nesta etapa, haverá um ótimo massageamento não só do abdômen, mas também internamente, de órgãos, glândulas, vísceras e gânglios linfáticos, melhorando toda a circulação, beneficiando diretamente os aparelhos e rejuvenescendo toda a pele.

Devagar, inspire e expire de forma profunda e serena exclusivamente pelas narinas, por sete vezes.

Novamente, continue se soltando do interior para o exterior, calmamente, de dentro para fora, com espontaneidade e com naturalidade. Apenas preste atenção na sua inspiração e na sua expiração.

Rito ou arquétipo V



Como fazer

Concluída a quarta etapa, agora conforme exposto no desenho número cinco, calmamente pressione um pouco ambos os calcanhares sobre os glúteos e o assoalho pélvico.

Benefícios

Nesta etapa, haverá um fortalecimento das nádegas e da cintura escapular, além da ampliação do massageamento interno e externo. Todavia, o mais importante é que haverá um fortalecimento do períneo, suave correção postural e fortalecimento da coluna e da medula espinal.

Devagar, inspire e expire de forma profunda e serena exclusivamente pelas narinas, por sete vezes.  

Seguidamente, continue se liberando do interior para o exterior, calmamente, de dentro para fora, com espontaneidade e com naturalidade. Apenas preste atenção na sua inspiração e expiração.

Rito ou arquétipo VI


Como fazer

Concluída a quinta etapa, agora conforme exposto no desenho número seis, calmamente movimente ambas as pernas como se estivesse pedalando numa bicicleta, em um dia alegre e tranqüilo, em um local com um caminho tranqüilo e rodeado por árvores e jardins floridos exalando diferentes e exóticos odores.

Benefícios

Nesta etapa, haverá um fortalecimento do trato urogenital, do aparelho intestinal, das pernas, das coxas, da bacia, do assoalho pélvico e do períneo, além de suave correção postural.

Os movimentos também fortalecem o processo respiratório, beneficiando diretamente o aparelho cardiopulmonar.

Devagar, inspire e expire de forma profunda e serena, sempre somente pelas narinas, por sete vezes.

Profundamente, continue se liberando do interior para o exterior, de dentro para fora, com espontaneidade e naturalidade. Apenas observe, sinta serenamente sua inspiração e expiração.

Rito ou arquétipo VII



Como fazer

Concluída a sexta etapa, agora conforme exposto no desenho número sete, entreabra suavemente os braços um pouco acima da altura dos ombros. Após, recolha coxas e pernas devagar sobre o abdômen e mova a bacia de forma que as coxas e as pernas toquem no solo, numa das laterais do corpo. Mas tudo isto, mantendo-se relaxada/o interna e externamente e descontraída/o. E pode ser feito do outro lado do corpo também.

Benefícios

Nesta etapa, haverá um fortalecimento do sistema hepático, renal e supra-renal, o que irá beneficiar diretamente o sistema imunológico, em função de uma melhor distribuição da linfa, por meio dos 400 gânglios linfáticos nas diferentes regiões do organismo.

Devagar, inspire e expire de forma profunda e serena, sempre somente pelas narinas, por sete vezes.

Harmoniosamente, continue se liberando do interior para o exterior. De dentro para fora, com naturalidade e espontaneidade. Observe como tudo está mais calmo, mais leve e mais alegre.

Observe como seu organismo funciona de forma natural, sem nenhum tipo de ansiedade, sem nenhum tipo de tensão, sem nenhum tipo de rigidez.

Observe como você tem consciência plena de sua intuição, de sua percepção, do seu próprio ser. E como tanto no seu interior quanto no seu exterior, tudo é calmo, harmonioso e silencioso.

Observe sua nova saúde e sua alegria e plenitude de viver!!!

Pré conclusão

Estes sete ritos especiais da saúde, por meio desta sequência específica do Hatha Yóga, em forma de um Vinyasa, podem ser realizados ou desenvolvidos por qualquer pessoa, a partir dos sete anos de idade.
Os mesmos são fáceis e ao mesmo tempo profundos e não tem nenhum tipo de contra indicação específica.
 E quando praticados ao longo do período proposto, causam transformações benéficas e profundas em quem praticá-los, tanto internamente quanto externamente.

Os desenhos foram realizados exclusivamente para este capítulo.

Participe do grupo do Jornal Excelsior no Facebook - clique aqui

Você já leu a edição deste mês do Jornal Excelsior? Clique aqui para ler

Quer ler a edição do mês passado? Clique aqui e leia gratuitamente.

© É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio, total ou parcial © Copyright 1992 a 2020
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para sua empresa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As informações publicadas, nos sites/portais, são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da
 IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda. (11) 4418-6150

Autoria

Texto colaboração gratuita de Claudio Duarte - Abril 2020

Artigos Relacionados

Contato

+55 11 4418-6150

Formulário de contato

Marketing
Corpo e Mente
  • Promovendo o
  • bem estar
  • para todos
Informativo